Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Agências multam empresas por falhas no atendimento


Da Agência Brasil

26/02/2010 | 07:00


Duas multas foram aplicadas a grandes empresas por agências reguladoras de energia e de telefonia. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) multou em R$ 9,5 milhões a companhia Light pelos cortes no fornecimento ao Rio de Janeiro.

A fiscalização da Aneel constatou falhas de manutenção e operação, identificou equipamentos em fim de vida útil e deficiência na gestão da carga nas redes subterrâneas da cidade, especialmente nos bairros Leblon, Ipanema, Lagoa e Copacabana, além do centro. A empresa tem dez dias úteis para recorrer da decisão, contados desde o dia 17.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) multou prestadoras da companhia Vivo de R$ 3,6 milhões. Os problemas que geraram a punição são referentes a metas de qualidade, especialmente no caso de atendimento aos clientes e tempo mínimo de realização das chamadas telefônicas.

No caso da Vivo, o processo corre desde 2005 e a empresa pagou a multa em janeiro. A publicação aconteceu agora porque se encerrou todas as possibilidades de recurso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Agências multam empresas por falhas no atendimento

Da Agência Brasil

26/02/2010 | 07:00


Duas multas foram aplicadas a grandes empresas por agências reguladoras de energia e de telefonia. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) multou em R$ 9,5 milhões a companhia Light pelos cortes no fornecimento ao Rio de Janeiro.

A fiscalização da Aneel constatou falhas de manutenção e operação, identificou equipamentos em fim de vida útil e deficiência na gestão da carga nas redes subterrâneas da cidade, especialmente nos bairros Leblon, Ipanema, Lagoa e Copacabana, além do centro. A empresa tem dez dias úteis para recorrer da decisão, contados desde o dia 17.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) multou prestadoras da companhia Vivo de R$ 3,6 milhões. Os problemas que geraram a punição são referentes a metas de qualidade, especialmente no caso de atendimento aos clientes e tempo mínimo de realização das chamadas telefônicas.

No caso da Vivo, o processo corre desde 2005 e a empresa pagou a multa em janeiro. A publicação aconteceu agora porque se encerrou todas as possibilidades de recurso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;