Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Paulo culpa jornalistas no episódio Júnior



29/04/2006 | 08:49


O São Paulo não quer mais saber de polêmicas. Agora, prefere culpar jornalistas pela repercussão da frase infeliz de Júnior, segunda-feira, quando disse que “quando o São Paulo está bem focado em um jogo, só teme o Barcelona.” Edmundo reagiu, disse que jogará com a camisa do time espanhol por baixo da do Palmeiras, quarta-feira, no jogo de volta da Libertadores. Muricy tentou mudar o sentido da frase. “Vocês colocaram pimenta. O que o Júnior falou é sobre a qualidade do Barcelona, o time da moda, respeitado por todo mundo. Também respeito, mas gostaria muito de jogar contra eles.”

Júnior mandou recado dizendo que foi mal interpretado. “Falei que se estiver completo, o São Paulo é difícil de ser batido. Elogiei o Palmeiras e terminei a frase falando que a gente só teme o Barcelona. Aí, na televisão, só apareceu o final da frase. Ficou mal para mim. Parece que desrespeitei um clube que defendi e onde conquistei muita coisa. Estou cansado dessa polêmica toda”.

Marco Aurélio Cunha, superintendente de Futebol, também defendeu Júnior. “Ele elogiou um grande time, só isso. Colocou o Barcelona em um patamar maior e os outros mais abaixo. Só discordo dele porque o São Paulo não tem nada a temer do Barcelona. O que a gente respeita é o Ronaldinho Gaúcho. Ele, sim, faz a diferença a favor de qualquer time que estiver defendendo”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Paulo culpa jornalistas no episódio Júnior


29/04/2006 | 08:49


O São Paulo não quer mais saber de polêmicas. Agora, prefere culpar jornalistas pela repercussão da frase infeliz de Júnior, segunda-feira, quando disse que “quando o São Paulo está bem focado em um jogo, só teme o Barcelona.” Edmundo reagiu, disse que jogará com a camisa do time espanhol por baixo da do Palmeiras, quarta-feira, no jogo de volta da Libertadores. Muricy tentou mudar o sentido da frase. “Vocês colocaram pimenta. O que o Júnior falou é sobre a qualidade do Barcelona, o time da moda, respeitado por todo mundo. Também respeito, mas gostaria muito de jogar contra eles.”

Júnior mandou recado dizendo que foi mal interpretado. “Falei que se estiver completo, o São Paulo é difícil de ser batido. Elogiei o Palmeiras e terminei a frase falando que a gente só teme o Barcelona. Aí, na televisão, só apareceu o final da frase. Ficou mal para mim. Parece que desrespeitei um clube que defendi e onde conquistei muita coisa. Estou cansado dessa polêmica toda”.

Marco Aurélio Cunha, superintendente de Futebol, também defendeu Júnior. “Ele elogiou um grande time, só isso. Colocou o Barcelona em um patamar maior e os outros mais abaixo. Só discordo dele porque o São Paulo não tem nada a temer do Barcelona. O que a gente respeita é o Ronaldinho Gaúcho. Ele, sim, faz a diferença a favor de qualquer time que estiver defendendo”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;