Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

San Sebastián homenageia cinema provocador


Do Diário On Line
Com AFP

31/08/2004 | 16:03


Os filmes mais provocadores e politicamente incorretos da história do cinema serão o tema da retrospectiva Incorrect@s, parte da programação do 52º Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, que acontece entre 17 e 25 de setembro.

Segundo os organizadores, o ciclo apresenta 34 filmes que criticaram com rigor as injustiças e arbitrariedades da sociedade ou zombaram de seus mitos e tabus.

Filmes como o famoso Sopa de ganso, em que os irmãos Marx debocharam da política e atacaram a estupidez da guerra e o hilariante A vida de Bryan, em que o grupo Monty Python refletiu com humor sobre a origem do cristianismo, são alguns exemplos das produções que integram o ciclo.

Durante os cinco dias do evento, os espectadores poderão assistir a clássicos do humor politicamente incorreto utilizado para denunciar as injustiças sociais, como os irmãos Marx ou Woody Allen, que terá exibido seu telefilme desconhecido Don't drink the water, além de obras de nomes atualmente em voga, como Michael Moore e Peter Jackson.

O polêmico cineasta norte-americano, cujo filme Tiros em Columbine teve grande sucesso nesse festival, se apresentará na seção Incorrect@s com Roger & Eu, enquanto o mentor da trilogia O Senhor dos Anéis levará Meet the Feebles.

A mostra terá ainda a sátira social dos desenho animado South Park, o primeiro filme do consagrado Pedro Almodóvar, Pepi, Luci, Bom y otras chicas del montón, o inacabado Simón del desierto, em que Luis Buñuel ataca alguns mitos cristãos, sem contar com as fitas do francês Claude Chabrol, do italiano Pier Paolo Pasolini, e de John Waters com seu famoso Pink Flamingos e Lars Von Triers, entre outros.

O festival é uma oportunidade para fazer uma viagem por uma série de filmes que lembram que o cinema pode se desprender do moralismo reinante e se colocar na primeira fila do politicamente incorreto.

Na seção Horizontes Latinos, O outro lado da rua, obra de estréia do diretor Marcos Bernstein e protagonizada pelos veteranos Fernanda Montenegro e Raul Cortez, será o representante do Brasil em San Sebastián.

O filme brasileiro vai disputar o Prêmio Horizontes, no valor de 18 mil euros, com outras nove produções latino-americanas, das quais seis são argentinas, uma boliviana, uma equatoriana-mexicana e outra chilena.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

San Sebastián homenageia cinema provocador

Do Diário On Line
Com AFP

31/08/2004 | 16:03


Os filmes mais provocadores e politicamente incorretos da história do cinema serão o tema da retrospectiva Incorrect@s, parte da programação do 52º Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, que acontece entre 17 e 25 de setembro.

Segundo os organizadores, o ciclo apresenta 34 filmes que criticaram com rigor as injustiças e arbitrariedades da sociedade ou zombaram de seus mitos e tabus.

Filmes como o famoso Sopa de ganso, em que os irmãos Marx debocharam da política e atacaram a estupidez da guerra e o hilariante A vida de Bryan, em que o grupo Monty Python refletiu com humor sobre a origem do cristianismo, são alguns exemplos das produções que integram o ciclo.

Durante os cinco dias do evento, os espectadores poderão assistir a clássicos do humor politicamente incorreto utilizado para denunciar as injustiças sociais, como os irmãos Marx ou Woody Allen, que terá exibido seu telefilme desconhecido Don't drink the water, além de obras de nomes atualmente em voga, como Michael Moore e Peter Jackson.

O polêmico cineasta norte-americano, cujo filme Tiros em Columbine teve grande sucesso nesse festival, se apresentará na seção Incorrect@s com Roger & Eu, enquanto o mentor da trilogia O Senhor dos Anéis levará Meet the Feebles.

A mostra terá ainda a sátira social dos desenho animado South Park, o primeiro filme do consagrado Pedro Almodóvar, Pepi, Luci, Bom y otras chicas del montón, o inacabado Simón del desierto, em que Luis Buñuel ataca alguns mitos cristãos, sem contar com as fitas do francês Claude Chabrol, do italiano Pier Paolo Pasolini, e de John Waters com seu famoso Pink Flamingos e Lars Von Triers, entre outros.

O festival é uma oportunidade para fazer uma viagem por uma série de filmes que lembram que o cinema pode se desprender do moralismo reinante e se colocar na primeira fila do politicamente incorreto.

Na seção Horizontes Latinos, O outro lado da rua, obra de estréia do diretor Marcos Bernstein e protagonizada pelos veteranos Fernanda Montenegro e Raul Cortez, será o representante do Brasil em San Sebastián.

O filme brasileiro vai disputar o Prêmio Horizontes, no valor de 18 mil euros, com outras nove produções latino-americanas, das quais seis são argentinas, uma boliviana, uma equatoriana-mexicana e outra chilena.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;