Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Pintor cria em concerto da Filarmônica de S.Bernardo


Everaldo Fioravante
Do Diário do Grande ABC

23/07/2004 | 19:30


  A Orquestra Filarmônica de São Bernardo e o pintor Henrique Hammler, pernambucano de 48 anos radicado há 15 em Rudge Ramos, estão trabalhando juntos. Enquanto os músicos se apresentam, o artista plástico elabora uma pintura abstrata. Neste sábado, eles se encontram no Teatro Lauro Gomes, na cidade, às 20h30. A entrada é franca.

O primeiro encontro ocorreu dia 5 de junho no Parque Cidade São Bernardo. Depois, no Teatro Elis Regina e na Igreja N. Sra. do Perpétuo Socorro (no DER), na mesma cidade, e no 4º Festival de Inverno de Paranapiacaba.

“Partindo da proposta da orquestra de democratização da música erudita, a idéia com esse projeto é de oferecer à população uma aproximação com a pintura”, disse Hammler. “Funciono como extensão do grupo”.

“No meu ateliê, sempre pinto ouvindo música. Com a orquestra, me concentro e trabalho. Não fico prestando atenção no público. Pratico um auto-isolamento”, afirmou o pintor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pintor cria em concerto da Filarmônica de S.Bernardo

Everaldo Fioravante
Do Diário do Grande ABC

23/07/2004 | 19:30


  A Orquestra Filarmônica de São Bernardo e o pintor Henrique Hammler, pernambucano de 48 anos radicado há 15 em Rudge Ramos, estão trabalhando juntos. Enquanto os músicos se apresentam, o artista plástico elabora uma pintura abstrata. Neste sábado, eles se encontram no Teatro Lauro Gomes, na cidade, às 20h30. A entrada é franca.

O primeiro encontro ocorreu dia 5 de junho no Parque Cidade São Bernardo. Depois, no Teatro Elis Regina e na Igreja N. Sra. do Perpétuo Socorro (no DER), na mesma cidade, e no 4º Festival de Inverno de Paranapiacaba.

“Partindo da proposta da orquestra de democratização da música erudita, a idéia com esse projeto é de oferecer à população uma aproximação com a pintura”, disse Hammler. “Funciono como extensão do grupo”.

“No meu ateliê, sempre pinto ouvindo música. Com a orquestra, me concentro e trabalho. Não fico prestando atenção no público. Pratico um auto-isolamento”, afirmou o pintor.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;