Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Prefeito reinicia obras do Brunão

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Derek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

07/05/2013 | 07:01


 

 

O prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), esteve ontem no Bruno Daniel para assinar ordem de serviço para retomada imediata das obras do estádio. Conforme projeto anunciado exclusivamente pelo Diário há nove dias, inicialmente está prevista a construção de setor de arquibancada – com capacidade aproximada de 4.000 lugares – ao custo de R$ 2,75 milhões do Tesouro municipal.

Acompanhado do secretário de Obras, Paulinho Serra, do presidente do EC Santo André, Celso Luiz de Almeida, de representantes da Provence – construtora responsável pelo projeto –, além de integrantes das torcidas uniformizadas do Ramalhão e do torcedor-símbolo Esquerdinha, o chefe do Executivo apresentou croquis, assinou os papéis e seguiu para vistoria no local.

“Este é um momento histórico para a retomada do esporte, sobretudo o futebol, na cidade de Santo André. A primeira etapa foi a reabertura imediata para receber jogos, mas não estou satisfeito. Queremos agora a ampliação, cobertura e iluminação do estádio”, ressaltou Carlos Grana.

Nas paredes da sala de imprensa do Bruno Daniel foram fixadas imagens de como o local deve ficar. Porém, elas remetem inclusive às fases seguintes, que só serão possíveis caso o governo federal libere os R$ 13 milhões solicitados por intermédio da Agência de Desenvolvimento Paulista.

“A obra, no total, custa cerca de R$ 30 milhões. Temos R$ 3 milhões para a primeira etapa, da arquibancada. Dialogamos com o governo estadual mais R$ 13 milhões e vamos buscar outros parceiros para completar o valor. Trabalhamos de forma intensa para qualificar Santo André a ser cidade para treinos das seleções que vão disputar o Mundial (de 2014)”, destacou Grana.

A intenção é que a fase inicial da intervenção fique pronta até o fim do ano. “Depois de um ano e meio parado, em 120 dias colocamos o estádio nesta situação (reaberto e com projeto de reforma). Deixaremos em condições Fifa, passando de patamares de província para receber competições internacionais”, afirmou o prefeito.

Segundo o secretário Paulinho Serra, a primeira fase serve como “preparação para as demais”, apesar de não saber exatamente quando acontecerão.

Na opinião do presidente do Santo André, Celso Luiz de Almeida, a obra é extremamente importante à cidade e ao time. “Hoje somos o primo pobre da região e faltava isso (projeto) para nossa cidade. Não poderíamos colher frutos no futebol se não tivéssemos parceria da Prefeitura. Estou extremamente orgulhoso com o comprometimento do prefeito, que mais do que falou, cumpriu. Agora posso dizer que tenho a certeza de que vamos disputar a Série A-2 (do Paulista) com estádio apto para 15 mil pessoas.”

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;