Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Mudanças só entre criador e criatura


Fabio Martins

10/04/2020 | 00:01


Com o ‘Dia do Fico’ do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, no PSB, o cenário eleitoral dos projetos governistas no Grande ABC aponta para quatro candidaturas majoritárias do PSDB, uma do PSB, uma do PSD e, possivelmente, outra do PV – as discussões em Diadema ainda não estão consolidadas, embora a ex-deputada Regina Gonçalves tende a correr pela raia do Paço diante da negativa do ex-vice Márcio da Farmácia (Podemos). Apesar de especulações, as únicas mudanças partidárias efetivadas no período pelos chefes de Executivo da região foram a de Adler Kiko Teixeira, de Ribeirão Pires, hoje de volta ao tucanato – após deixar o PSB –, e Gabriel Maranhão, de Rio Grande da Serra e presidente do Consórcio Intermunicipal, que se desligou do PSDB para entrar no Cidadania, mas, já no segundo mandato, irá apoiar a vice Marilza de Oliveira (PSD) no plano de sucessão. Por coincidência, criador e criatura. Maranhão venceu na cidade com suporte de Kiko. No decorrer dos mandatos, contudo, houve ruptura política. Agora, são praticamente adversários e devem duelar com candidaturas opostas no páreo entre as vizinhas.  

Repasse de fundos

 A Assembleia Legislativa aprovou, na quarta-feira, projeto que permite repasse dos saldos dos fundos estaduais de despesa e financiamento para o Tesouro paulista – a medida objetiva auxiliar no combate do coronavírus. “A transferência de recursos vai criar mais uma alternativa de receita. Com a provável queda de arrecadação precisamos encontrar formas de preencher essa baixa. Eram verbas que não estavam sendo utilizadas”, alegou o deputado Thiago Auricchio (PL, foto). O montante deve ajudar na aquisição de insumos, EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), contratações temporárias, testes e instalação de hospitais de campanha.

Pedido de adiamento – 1

 Advogado de defesa do prefeito Atila Jacomussi (PSB), de Mauá, Daniel Bialski impetrou pedido junto à segunda turma do STF (Supremo Tribunal Federal) para adiar o julgamento virtual, marcado para hoje – mesmo em plena Sexta-Feira Santa –, de recurso movido pelo MPF (Ministério Público Federal), contra decisão do ministro Gilmar Mendes, que, em setembro de 2018, deu aval para que o socialista retornasse ao cargo. “Vem requerer, excepcionalmente, o adiamento do julgamento virtual designado para 10 de abril, tendo em vista que este signatário, assim que superado o surto do coronavírus, pretende agendar data e hora com os ministros votantes para apresentar memoriais, garantindo, assim, a plenitude do exercício defensivo.”

 Pedido de adiamento – 2

 Em caso de deferimento à solicitação, o novo prazo daria fôlego para a defesa, que já manifestou interesse em fazer sustentação oral do prefeito de Mauá. “Ademais, pontue-se que, se em caráter excepcional, for permitido, este signatário (Atila) tem a pretensão de realizar sua sustentação oral quando do julgamento do presente recurso. O documento foi encaminhado na terça-feira e pode ter análise próxima ao horário do exame do agravo regimental. No recurso, protocolado em março do ano passado, o MPF alega que “é imprescindível” que o pedido do prefeito para retorno ao cargo seja apreciado pelos demais ministros da turna, e não só monocraticamente por Gilmar Mendes. 

 Doações

 Na esteira das doações, os integrantes da Ouvidoria de Santo André resolveram concretizar doação de 750 litros de água sanitária e mais 500 frascos de álcool em gel para o Fundo Social de Solidariedade do município. Em tempos de pandemia, álcool em gel é artigo raro em farmácias e supermercados. O grupo, formado hoje por quatro integrantes, já sem a ex-vice-prefeita Oswana Fameli – que deixou o posto com o término do mandato – solicitou essa demanda junto a farmácia de manipulação, custeada do próprio bolso dos envolvidos.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;