Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Arlindo Cruz e Fundo de Quintal em S.Caetano


Julio Ibelli
Especial para o Diário

19/09/2008 | 07:04


São Caetano recebe no sábado um dos maiores sambista de raiz em atividade no Brasil hoje, Arlindo Cruz, que chega à região no auge da carreira, acompanhado ainda pelo grupo que ajudou a criar e com quem participou das primeiras gravações, o Fundo de Quintal.

O show acontece no Victoria Hall (Rua Baraldi, 743, Centro) e os ingressos na parte inferior da casa custam R$ 30 (setor C, mais afastado do palco), R$ 40 (setor B, no meio) e R$ 50 (em frente ao palco). Camarotes na parte superior saem por R$ 60. Mais informações pelo telefone 4229-3599.

Com 50 anos recém-completados, Arlindo comemorou aniversário no fim de semana com amigos muito especiais na quadra da escola de samba Império Serrano, no Rio de Janeiro, do qual ele já foi um dos compositores e ganhou por diversas vezes como puxador do Carnaval carioca. Entre os convidados ilustres, cada um na sua vertente musical, estavam Maria Rita, Leci Brandão, Revelação e Marcelo D2.

Sambista Perfeito (2007) é o nome de seu último CD lançado, o segundo na carreira solo depois de Pagode do Arlindo Ao Vivo (2003) e do fim da parceria com Sombrinha. Para novembro, Arlindo prepara a gravação de um DVD em São Paulo.

Já o Fundo do Quintal surgiu na década de 1970 no Rio de Janeiro e foi formado em uma quadra de futebol do bairro de Ramos, em que um novo fenômeno deste gênero tão carioca se formava, os tradicionais sambas realizados justamente nos quintais das casas humildes da periferia, e que costumam ficar nos fundos dessas construções.

Na época, o grupo se chamava Cacique de Ramos, o que, além do bairro em questão, ainda fazia referência à indumentária dos foliões, de inspiração indígena. Hoje a banda é dona de uma extensa discografia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Arlindo Cruz e Fundo de Quintal em S.Caetano

Julio Ibelli
Especial para o Diário

19/09/2008 | 07:04


São Caetano recebe no sábado um dos maiores sambista de raiz em atividade no Brasil hoje, Arlindo Cruz, que chega à região no auge da carreira, acompanhado ainda pelo grupo que ajudou a criar e com quem participou das primeiras gravações, o Fundo de Quintal.

O show acontece no Victoria Hall (Rua Baraldi, 743, Centro) e os ingressos na parte inferior da casa custam R$ 30 (setor C, mais afastado do palco), R$ 40 (setor B, no meio) e R$ 50 (em frente ao palco). Camarotes na parte superior saem por R$ 60. Mais informações pelo telefone 4229-3599.

Com 50 anos recém-completados, Arlindo comemorou aniversário no fim de semana com amigos muito especiais na quadra da escola de samba Império Serrano, no Rio de Janeiro, do qual ele já foi um dos compositores e ganhou por diversas vezes como puxador do Carnaval carioca. Entre os convidados ilustres, cada um na sua vertente musical, estavam Maria Rita, Leci Brandão, Revelação e Marcelo D2.

Sambista Perfeito (2007) é o nome de seu último CD lançado, o segundo na carreira solo depois de Pagode do Arlindo Ao Vivo (2003) e do fim da parceria com Sombrinha. Para novembro, Arlindo prepara a gravação de um DVD em São Paulo.

Já o Fundo do Quintal surgiu na década de 1970 no Rio de Janeiro e foi formado em uma quadra de futebol do bairro de Ramos, em que um novo fenômeno deste gênero tão carioca se formava, os tradicionais sambas realizados justamente nos quintais das casas humildes da periferia, e que costumam ficar nos fundos dessas construções.

Na época, o grupo se chamava Cacique de Ramos, o que, além do bairro em questão, ainda fazia referência à indumentária dos foliões, de inspiração indígena. Hoje a banda é dona de uma extensa discografia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;