Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vazamento de esgoto persiste há 15 anos em São Bernardo

Arquivo pessoal/ Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cansados, moradores da Rua Minas Gerais se articulam para entrar na Justiça contra Sabesp e a Prefeitura


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

02/08/2021 | 22:58


Moradores da Rua Minas Gerais, no Parque São Bernardo, em São Bernardo, se preparam para processar a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e a Prefeitura de São Bernardo por problemas causados por vazamento de esgoto que ocorre há quase 15 anos no local.

Por meio de um advogado, 15 moradores da rua devem acionar a Sabesb e a administração pedindo reparação devido a danos materiais e também a danos morais, já que o vazamento de esgoto na via causa diversos problemas nas casas dos moradores. Os processos seguem em elaboração e deverão ser apresentados no fim da primeira quinzena do mês de agosto.

Conforme o advogado que representa os moradores, Ruslan Stuchi, as ações pedem reparações materiais e também morais por entender que as pessoas são impactadas em diversos aspectos pelo vazamento de esgoto. O defensor relata que há pessoas que acabaram gastando dinheiro para tentar resolver os transtornos em suas casas. “Ainda estamos em processo de estudo para mover o processo contra a Sabesp e também contra a Prefeitura de São Bernardo. Acredito que nos próximos 15 dias entregarei as ações pedindo indenizações. Eu escolhi realizar processo individual ao invés de mover processo coletivo”, declarou o advogado, lembrando que cada morador é afetado de uma maneira pelo vazamento.

O presidente da associação de moradores do local, Otavio Otacilio Salviano, declarou que a situação do vazamento já se arrasta há quase 15 anos e que o problema fica ainda mais complicado quando chove, já que as galerias pluviais acabam enchendo e o esgoto volta para rua e para dentro de algumas casas. “Já buscamos a Sabesp e a Prefeitura para tentar uma solução, mas não somos atendidos. O problema não é resolvido. Quando chove fica pior, porque a água volta para as casas junto do esgoto. É uma situação bem complicada”, declarou Salviano.

Quem também enfrenta o problema é o morador Wilson Nascimento. Ele relata que, além do mau cheiro, o vazamento de esgoto também contribui com a infestação de ratos, baratas e outros bichos no local. “A gente chama a Prefeitura, que fala para chamar a Sabesp. Aí, ninguém arruma. Na sexta-feira a Sabesp até veio aqui e desentupiu a galeria pluvial, mas o mau cheiro persiste”, afirmou.

Por meio de nota, a Sabesp declarou que executou intervenção da rede coletora de esgoto no local na sexta-feira e que durante esta semana será feita lavagem da rede como medida preventiva. “A companhia pede desculpa pelos transtornos e segue à disposição dos clientes.”

A Prefeitura de São Bernardo, também por meio de nota, informou que acionou a Sabesp para providências no local. “Além disso, o centro de controle de zoonose fará uma vistoria no endereço citado para combate de eventuais pragas e vetores de doença”, sustentou a administração. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;