Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

'Maduro', Corinthians vai a Montevidéu


Das Agências

14/04/2010 | 07:00


O Corinthians chegou ao jogo em que pode selar a classificação antecipada às oitavas de final dando sinais de que, se ainda não encontrou seu melhor futebol, atingiu o nível de ‘maturidade' ideal para a disputa da Copa Libertadores.

Essa é a avaliação do técnico Mano Menezes para o jogo contra o Racing, hoje, às 21h50, em Montevidéu. "A pressão é normal, mas não estamos encontrando nada diferente daquilo que havíamos imaginado. A equipe está madura e soube resolver as dificuldades. Estamos no caminho correto", disse o treinador.

Mano fez duas análises importantes sobre o momento da equipe. A primeira é que, segundo ele, a pressão para

vencer o torneio continental não aumentou depois da eliminação do Campeonato Paulista. "Era impossível ser maior".

A outra leitura que ele faz do grupo é a mais interessante. Enquanto o Corinthians começa a ganhar corpo com uma formação, a dependência da equipe em relação à presença de Ronaldo em campo diminui. "Neste momento, ele não está sendo tão decisivo como foi. E o time encontra outras soluções. Aparecem Dentinho, Jorge (Henrique). Futebol é momento".

Para o desafio da vez, Moacir será o lateral-direito. Alessandro e Marcelo Mattos, outras possibilidades para a posição, foram vetados pelo departamento médico.

Mattos, que treinou como titular segunda-feira, sentiu problema muscular na coxa direita durante o treino de ontem, e foi descartado.

Já Alessandro, dono da posição desde a vinda de Mano, chegou a treinar fisicamente depois de uma lesão muscular também na coxa direita, mas foi barrado novamente e segue em recuperação física. No gol, Felipe, também lesionado, segue fora. Julio Cesar ficará com a vaga.

Preço do ingresso para Fiel no Uruguai irrita Sanchez

Na chegada do Corinthians a Montevidéu, no Uruguai, no começo da noite de ontem, a diretoria do clube mostrou insatisfação com o fato de o Racing ter aumentado consideravelmente o preço dos ingressos para a torcida do clube brasileiro.

Enquanto para os torcedores locais as entradas custam de R$ 6 a R$ 15, o fã do Timão tem de desembolsar R$ 120, oito vezes a mais do que o público do Racing.

"Acho um absurdo, é um crime. Se fizessem isso em todos os jogos, tudo bem, mas só para o Corinthians é errado", declarou o presidente Andrés Sanches.

Já o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, preferiu brincar com o aumento repentino do preço das entradas para os corintianos. "Como dirigente condeno, mas como economista acho uma grande jogada" declarou.

Embora a capacidade do estádio Parque Central, do Nacional, seja de quase 24 mil pessoas, a expectativa para a partida é de aproximadamente oito mil.

Ameaçado, Flamengo faz jogo decisivo

O Flamengo encara hoje a primeira decisão nesta edição da Libertadores. Se for derrotado pela Universidad Católica, ( 21h50), em Santiago, no Chile, o time carioca ficará em situação bastante difícil para conseguir a vaga nas oitavas de final, e passará a depender de uma combinação de resultados na última rodada para avançar.

Um empate não é mal visto na Gávea. Mas uma vitória deixaria o Flamengo a um passo da classificação para as oitavas de final da Libertadores. Depois, bastaria vencer o Caracas, no Maracanã, no dia 21 de abril, para ficar com a vaga.

O técnico Andrade, porém, térá desfalques significativos. Mais uma vez, não vai poder contar com o grande destaque do time: o atacante Adriano, contundido.

Diante disso, o comandante ainda não definiu quem vai atuar ao lado de Vágner Love no ataque. Para completar, o meia Michael, machucado, também está vetado. Pet, Mezenga, Vinícius Pacheco e Fierro disputam essas duas posições.

"O time do Universidad Católica tem o Toloza, que é forte no lado esquerdo. Por isso, talvez seja importante colocar o Fierro na direita", declarou o treinador do Flamengo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Maduro', Corinthians vai a Montevidéu

Das Agências

14/04/2010 | 07:00


O Corinthians chegou ao jogo em que pode selar a classificação antecipada às oitavas de final dando sinais de que, se ainda não encontrou seu melhor futebol, atingiu o nível de ‘maturidade' ideal para a disputa da Copa Libertadores.

Essa é a avaliação do técnico Mano Menezes para o jogo contra o Racing, hoje, às 21h50, em Montevidéu. "A pressão é normal, mas não estamos encontrando nada diferente daquilo que havíamos imaginado. A equipe está madura e soube resolver as dificuldades. Estamos no caminho correto", disse o treinador.

Mano fez duas análises importantes sobre o momento da equipe. A primeira é que, segundo ele, a pressão para

vencer o torneio continental não aumentou depois da eliminação do Campeonato Paulista. "Era impossível ser maior".

A outra leitura que ele faz do grupo é a mais interessante. Enquanto o Corinthians começa a ganhar corpo com uma formação, a dependência da equipe em relação à presença de Ronaldo em campo diminui. "Neste momento, ele não está sendo tão decisivo como foi. E o time encontra outras soluções. Aparecem Dentinho, Jorge (Henrique). Futebol é momento".

Para o desafio da vez, Moacir será o lateral-direito. Alessandro e Marcelo Mattos, outras possibilidades para a posição, foram vetados pelo departamento médico.

Mattos, que treinou como titular segunda-feira, sentiu problema muscular na coxa direita durante o treino de ontem, e foi descartado.

Já Alessandro, dono da posição desde a vinda de Mano, chegou a treinar fisicamente depois de uma lesão muscular também na coxa direita, mas foi barrado novamente e segue em recuperação física. No gol, Felipe, também lesionado, segue fora. Julio Cesar ficará com a vaga.

Preço do ingresso para Fiel no Uruguai irrita Sanchez

Na chegada do Corinthians a Montevidéu, no Uruguai, no começo da noite de ontem, a diretoria do clube mostrou insatisfação com o fato de o Racing ter aumentado consideravelmente o preço dos ingressos para a torcida do clube brasileiro.

Enquanto para os torcedores locais as entradas custam de R$ 6 a R$ 15, o fã do Timão tem de desembolsar R$ 120, oito vezes a mais do que o público do Racing.

"Acho um absurdo, é um crime. Se fizessem isso em todos os jogos, tudo bem, mas só para o Corinthians é errado", declarou o presidente Andrés Sanches.

Já o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, preferiu brincar com o aumento repentino do preço das entradas para os corintianos. "Como dirigente condeno, mas como economista acho uma grande jogada" declarou.

Embora a capacidade do estádio Parque Central, do Nacional, seja de quase 24 mil pessoas, a expectativa para a partida é de aproximadamente oito mil.

Ameaçado, Flamengo faz jogo decisivo

O Flamengo encara hoje a primeira decisão nesta edição da Libertadores. Se for derrotado pela Universidad Católica, ( 21h50), em Santiago, no Chile, o time carioca ficará em situação bastante difícil para conseguir a vaga nas oitavas de final, e passará a depender de uma combinação de resultados na última rodada para avançar.

Um empate não é mal visto na Gávea. Mas uma vitória deixaria o Flamengo a um passo da classificação para as oitavas de final da Libertadores. Depois, bastaria vencer o Caracas, no Maracanã, no dia 21 de abril, para ficar com a vaga.

O técnico Andrade, porém, térá desfalques significativos. Mais uma vez, não vai poder contar com o grande destaque do time: o atacante Adriano, contundido.

Diante disso, o comandante ainda não definiu quem vai atuar ao lado de Vágner Love no ataque. Para completar, o meia Michael, machucado, também está vetado. Pet, Mezenga, Vinícius Pacheco e Fierro disputam essas duas posições.

"O time do Universidad Católica tem o Toloza, que é forte no lado esquerdo. Por isso, talvez seja importante colocar o Fierro na direita", declarou o treinador do Flamengo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;