Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Andreense concede
nota 4,6 para Grana

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Conceito é menor em relação à pesquisa de
julho, quando administração petista recebeu 5,1


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/09/2014 | 07:00


A administração de Carlos Grana (PT) à frente da Prefeitura de Santo André conquistou nota 4,6 dos munícipes ouvidos pelo DGABC Pesquisas, em estudo solicitado pelo Diário. O número é pior do que o recebido pelo petista na sondagem de julho, quando o andreense creditou conceito 5,1 para o trabalho do ex-deputado estadual no comando do Paço.

Cresceu consideravelmente o índice de rejeição à gestão do PT na cidade. Há 40 dias, 32,7% condenavam o mandato de Grana (com 13,9% classificando a atuação como ruim e outros 18,8% como péssimo). Agora são 44,2% a criticarem a condução do Executivo, sendo 19,4% ruim e 24,8% péssimo.

Em contrapartida, a aprovação também registrou alta. Passou de 30,4% para 33,8% – a quantidade de quem acha o governo ótimo saltou de 3,5% para 4% e o volume de quem considera o mandato bom pulou de 26,9% para 29,8%. Na sondagem atual, 17,4% avaliam Grana como regular e 4,6% não souberam responder.

Grana continua com dificuldade de tirar do papel o plano de governo defendido nas ruas na eleição de 2012. Muitas das obras dependem de aval dos governos estadual e federal. O prefeito segue na aposta de grandes investimentos em Mobilidade Urbana, mas a União tem liberado timidamente recursos para o município.

O chefe do Paço ressalta sempre o deficit financeiro herdado de Aidan Ravin (PSB), na ordem de R$ 117,3 milhões. Embora parte já tenha sido quitada, ainda há contingenciamento para pagar as contas.

DETALHAMENTO
Na estratificação por escolaridade, Grana é mais bem avaliado entre os analfabetos ou com Ensino Fundamental incompleto. A nota recebida por essa parcela é 5,3, com aprovação de 40,1%.

Os piores índices foram conferidos a quem tem Ensino Fundamental completo e Ensino Superior concluso – conceito 4,3%. A rejeição é de 47,7% e 50,6%, respectivamente.

No corte por renda familiar, os mais críticos ao trabalho de Grana no Paço andreense são famílias que recebem acima de cinco salários mínimos (R$ 3.620), com nota 4,1 e reprovação de 52,2% – a aceitação nessa fatia é de 29%.

Já os que ganham entre um e dois salários mínimos (R$ 724 a R$ 1.448) são os mais contentes com a gestão petista. Neste grupo, 42,1% gostam da atuação de Grana, enquanto 36,8% condenam. A nota final neste bloco é 5.

Eleitores de Grana deram conceito 5,9 à administração do ex-sindicalista. Os votantes de Aidan Ravin ofereceram nota 3,5.

O DGABC Pesquisas escutou 400 munícipes na terça-feira. A sondagem está registrada no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) sob protocolo SP-00030/2014.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Andreense concede
nota 4,6 para Grana

Conceito é menor em relação à pesquisa de
julho, quando administração petista recebeu 5,1

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/09/2014 | 07:00


A administração de Carlos Grana (PT) à frente da Prefeitura de Santo André conquistou nota 4,6 dos munícipes ouvidos pelo DGABC Pesquisas, em estudo solicitado pelo Diário. O número é pior do que o recebido pelo petista na sondagem de julho, quando o andreense creditou conceito 5,1 para o trabalho do ex-deputado estadual no comando do Paço.

Cresceu consideravelmente o índice de rejeição à gestão do PT na cidade. Há 40 dias, 32,7% condenavam o mandato de Grana (com 13,9% classificando a atuação como ruim e outros 18,8% como péssimo). Agora são 44,2% a criticarem a condução do Executivo, sendo 19,4% ruim e 24,8% péssimo.

Em contrapartida, a aprovação também registrou alta. Passou de 30,4% para 33,8% – a quantidade de quem acha o governo ótimo saltou de 3,5% para 4% e o volume de quem considera o mandato bom pulou de 26,9% para 29,8%. Na sondagem atual, 17,4% avaliam Grana como regular e 4,6% não souberam responder.

Grana continua com dificuldade de tirar do papel o plano de governo defendido nas ruas na eleição de 2012. Muitas das obras dependem de aval dos governos estadual e federal. O prefeito segue na aposta de grandes investimentos em Mobilidade Urbana, mas a União tem liberado timidamente recursos para o município.

O chefe do Paço ressalta sempre o deficit financeiro herdado de Aidan Ravin (PSB), na ordem de R$ 117,3 milhões. Embora parte já tenha sido quitada, ainda há contingenciamento para pagar as contas.

DETALHAMENTO
Na estratificação por escolaridade, Grana é mais bem avaliado entre os analfabetos ou com Ensino Fundamental incompleto. A nota recebida por essa parcela é 5,3, com aprovação de 40,1%.

Os piores índices foram conferidos a quem tem Ensino Fundamental completo e Ensino Superior concluso – conceito 4,3%. A rejeição é de 47,7% e 50,6%, respectivamente.

No corte por renda familiar, os mais críticos ao trabalho de Grana no Paço andreense são famílias que recebem acima de cinco salários mínimos (R$ 3.620), com nota 4,1 e reprovação de 52,2% – a aceitação nessa fatia é de 29%.

Já os que ganham entre um e dois salários mínimos (R$ 724 a R$ 1.448) são os mais contentes com a gestão petista. Neste grupo, 42,1% gostam da atuação de Grana, enquanto 36,8% condenam. A nota final neste bloco é 5.

Eleitores de Grana deram conceito 5,9 à administração do ex-sindicalista. Os votantes de Aidan Ravin ofereceram nota 3,5.

O DGABC Pesquisas escutou 400 munícipes na terça-feira. A sondagem está registrada no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) sob protocolo SP-00030/2014.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;