Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians prega cautela contra os ‘índios’ no Pacaembu


Raphael Ramos
Do Diário do Grande ABC

19/04/2006 | 08:39


A expectativa da torcida é que o Corinthians faça uma apresentação convincente em casa pela Copa Libertadores e consiga um bom resultado, às 21h45 de quarta-feira, contra o Deportivo Cali, no estádio do Pacaembu – a Globo transmite ao vivo. Uma vitória por goleada pode dar ao clube a liderança do Grupo 4 e, assim, o direito de fazer em seus domínios a segunda partida das oitavas-de-final. Justamente por isso, a Fiel esgotou desde a semana passada todos os ingressos colocados à venda. Mas o técnico Ademar Braga vai na contramão da euforia da torcida e prega a cautela para o confronto desta noite. Bem mais comedido do que nas últimas entrevistas que concedeu em véspera de jogo, o treinador falou terça-feira que espera um adversário duríssimo, apesar de os colombianos terem apenas um ponto e já estarem desclassificados.

“Eles vão jogar como um time de índios. Vão atacar direto e que se dane a gente. Por isso, temos de jogar com inteligência”, disse.

O meia Ricardinho faz coro ao treinador e reconhece as dificuldades que o Deportivo Cali pode oferecer ao Timão. “Eles estão eliminados e qualquer resultado interessa para eles. Para nós, não. Temos de jogar com paciência e buscar a vitória”, afirmou. “Estamos numa competição em que as pessoas não irão dizer no final se a gente jogou bonito ou não. As pessoas vão ver se a gente venceu ou não. É isso que importa”.

O Timão divide a liderança da chave com o Universidad Católica, ambos com dez pontos, no entanto leva desvantagem no saldo de gols (2 a 1). Um empate nesta quarta-feira garante a vaga na próxima fase, mas o time busca a vitória na expectativa que os chilenos não vençam o Tigres, também esta noite. O jogo será em Monterrey, no México, e os donos da casa, com sete pontos, precisam da vitória para seguir na competição.

Apesar de o Corinthians poder classificar-se até mesmo em caso de derrota, a ordem no Parque São Jorge e vencer e, vencer bem, para terminar a primeira fase entre os líderes e enfrentar nas oitavas equipes que ficaram em segundo lugar em suas chaves. Mesmo assim, Braga sabe que o Timão não terá vida fácil caso a equipe consiga a vaga na liderança do grupo e faça o segundo jogo das oitavas em casa. “Às vezes você fica como primeiro e acaba pegando um adversário mais forte do que se ficasse em segundo. Na Libertadores não tem escolha. Vamos jogar para ganhar. É como o Corinthians deve jogar”, afirmou.

Para o confronto de hoje, Braga terá dois desfalques. Wendel e Gustavo Nery terão de cumprir suspensão e serão substituídos por Marcus Vinícius e Rubens Júnior, respectivamente.

Grupo 3 – Nesta quarta-feira, às 19h30, o Goiás recebe o Unión Española no Serra Dourada, em Goiânia. A equipe lidera a chave com 10 pontos e só perde o primeiro lugar se sofrer uma goleada.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians prega cautela contra os ‘índios’ no Pacaembu

Raphael Ramos
Do Diário do Grande ABC

19/04/2006 | 08:39


A expectativa da torcida é que o Corinthians faça uma apresentação convincente em casa pela Copa Libertadores e consiga um bom resultado, às 21h45 de quarta-feira, contra o Deportivo Cali, no estádio do Pacaembu – a Globo transmite ao vivo. Uma vitória por goleada pode dar ao clube a liderança do Grupo 4 e, assim, o direito de fazer em seus domínios a segunda partida das oitavas-de-final. Justamente por isso, a Fiel esgotou desde a semana passada todos os ingressos colocados à venda. Mas o técnico Ademar Braga vai na contramão da euforia da torcida e prega a cautela para o confronto desta noite. Bem mais comedido do que nas últimas entrevistas que concedeu em véspera de jogo, o treinador falou terça-feira que espera um adversário duríssimo, apesar de os colombianos terem apenas um ponto e já estarem desclassificados.

“Eles vão jogar como um time de índios. Vão atacar direto e que se dane a gente. Por isso, temos de jogar com inteligência”, disse.

O meia Ricardinho faz coro ao treinador e reconhece as dificuldades que o Deportivo Cali pode oferecer ao Timão. “Eles estão eliminados e qualquer resultado interessa para eles. Para nós, não. Temos de jogar com paciência e buscar a vitória”, afirmou. “Estamos numa competição em que as pessoas não irão dizer no final se a gente jogou bonito ou não. As pessoas vão ver se a gente venceu ou não. É isso que importa”.

O Timão divide a liderança da chave com o Universidad Católica, ambos com dez pontos, no entanto leva desvantagem no saldo de gols (2 a 1). Um empate nesta quarta-feira garante a vaga na próxima fase, mas o time busca a vitória na expectativa que os chilenos não vençam o Tigres, também esta noite. O jogo será em Monterrey, no México, e os donos da casa, com sete pontos, precisam da vitória para seguir na competição.

Apesar de o Corinthians poder classificar-se até mesmo em caso de derrota, a ordem no Parque São Jorge e vencer e, vencer bem, para terminar a primeira fase entre os líderes e enfrentar nas oitavas equipes que ficaram em segundo lugar em suas chaves. Mesmo assim, Braga sabe que o Timão não terá vida fácil caso a equipe consiga a vaga na liderança do grupo e faça o segundo jogo das oitavas em casa. “Às vezes você fica como primeiro e acaba pegando um adversário mais forte do que se ficasse em segundo. Na Libertadores não tem escolha. Vamos jogar para ganhar. É como o Corinthians deve jogar”, afirmou.

Para o confronto de hoje, Braga terá dois desfalques. Wendel e Gustavo Nery terão de cumprir suspensão e serão substituídos por Marcus Vinícius e Rubens Júnior, respectivamente.

Grupo 3 – Nesta quarta-feira, às 19h30, o Goiás recebe o Unión Española no Serra Dourada, em Goiânia. A equipe lidera a chave com 10 pontos e só perde o primeiro lugar se sofrer uma goleada.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;