Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Sumiço virtual

Não tem nada mais importante para qualquer político do que poder estar sempre em evdiência. A maior parte


Do Diário do Grande ABC

23/07/2011 | 00:00


Não tem nada mais importante para qualquer político do que poder estar sempre em evdiência. A maior parte faz de tudo para estar nos holofotes, arrancar oportunidade de poder falar com o maior número possível de pessoas. Mas, em pelo menos um caso, o político faz de tudo para ficar distante do foco. Quem hoje não faz questão nenhuma de buscar espaço é o ex-vice-prefeito de Mauá Márcio Chaves (PT), que desde que disse um sonoro ‘não' ao prefeito Oswaldo Dias (PT), que o havia convidado para integrar o primeiro escalão de seu governo, Márcio não é mais visto nem pelos que ainda integram seu grupo político na cidade. O que se fala é que ele não consegue esconder a mágoa por conta do Túnel do Tempo ter lhe custado a vitória no segundo turno municipal, em 2004. Mas Márcio não está off line apenas no mundo real. Na internet, faz muito tempo que ele está distante. Que o diga sua página no Twitter. Criado durante a campanha, quando não conseguiu se eleger deputado estadual, a última postagem foi em setembro. Mas por que tanto isolamento?

Pode ser aqui, também

Um dia após ter cogitado a possibilidade de sair a prefeito de Santo André pelo PCdoB, o ex-prefeiturável de Mauá Mateus Prado agora fala em novamente disputar a sucessão de Oswaldo Dias (PT) no ano que vem. No melhor estilo pingue-pongue, Mateus agora garante que terá legenda para a empreitada. Segundo o ele, o PPS o acomodorá, no esquema ‘legenda solidária'. E, logo após a eleição, ele ruma para o partido que será criado pela ex-senadora Marina Silva. A conferir.

Agora sim!

As propagandas irregulares que estavam pintadas no muro público do Piscinão Paulicéia, em São Bernardo, foram retiradas. Ontem, a equipe do Diário constatou que foi cumprido o prazo dado aos comércios particulares que divulgavam ilegalmente produtos e serviços no local. Segundo a lei municipal 5.891, de 2008, é vedada veiculação de anúncios, sob qualquer forma, em muros, fachadas ou paredes da cidade. No dia 6, o Diário publicou reportagem denunciando a violação à legislação. Além de algumas outras pinturas espalhadas pela cidade, falta também o deputado Donisete Braga (PT-Mauá) retirar sua propaganda do muro na Avenida Nilton Monteiro de Andrade, na Vila Dusi.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;