Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil derruba outro algoz e continua a brilhar no hande

Divulgação COB Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

09/08/2016 | 07:00


Há oito meses, Ana Paula chorava copiosamente depois de o Brasil ser eliminado pela Romênia no Mundial Feminino de Handebol. Ontem, a armadora voltou a ir às lágrimas, mas desta vez de felicidade. Ela e as demais jogadoras fizeram questão de mostrar que estavam engasgadas com as romenas e extravasaram após a expressiva vitória por 26 a 13, pela segunda rodada da Olimpíada.

A campanha brasileira tem chamado a atenção, já que na estreia o time superou a Noruega, atual bicampeã olímpica. Assim, a equipe precisa de apenas mais uma vitória para se garantir nas oitavas de final, o que pode acontecer amanhã, quando enfrenta a Espanha, às 9h30. Depois, as brasileiras ainda encaram Angola e Montenegro.

“O começo (da campanha) mostra que vamos brigar de igual para igual. Ninguém vai jogar aqui dentro da nossa casa com o passado. Vamos jogar com o presente, com o agora. E temos de mostrar nossa força porque aqui é a nossa casa. Para ganharem da gente vão ter de jogar muito mesmo”, desafiou a capitã Dara.

PROBLEMA

O piso emborrachado da Arena do Futuro, palco do handebol no Rio de Janeiro, apresentou desnível com a sequência de jogos na Olimpíada. O local passou por vistoria ontem e será submetido a manutenção nos próximos dias.

Após superar a Polônia, equipe masculina desafia a Eslovênia

Depois de surpreender a Polônia na estreia ao vencer por 34 a 32, o handebol masculino do Brasil volta à quadra hoje para enfrentar outra potência da modalidade, a Eslovênia, às 16h40, na Arena do Futuro.

Os jogadores sabem que a primeira vitória na história da Olimpíada sobre um time europeu ficou para trás e que precisam seguir fortes para buscar uma das quatro vagas do grupo à próxima fase. “Realmente sabemos que temos mais dificuldade em jogar com a Eslovênia, mas estamos concentrados e focados em lutar pela classificação. Tivemos reunião para nos mantermos unidos porque não ganhamos nada sozinhos. Juntos somos mais fortes. Queremos seguir evoluindo na competição e precisamos estar juntos”, destacou o goleiro Maik, um dos atletas mais experientes da equipe e que marcou um gol na estreia.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;