Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Treinador é acusado de assediar menores


Campinas
Da AE

30/03/2001 | 00:14


A delegada Maria Regina Marialva, da Delegacia da Mulher de Campinas (SP), pediu nesta quinta-feira a prisão temporária de um treinador paraense acusado de abuso sexual contra 15 jovens, 11 menores de 18 anos, que se deslocaram de Belém (PA) a Campinas em dezembro passado para tentar uma vaga em times de futebol da região. O homem, que tem seu nome mantido em sigilo para não dificultar as investigações, saiu do Pará com os 15 rapazes e procurações dos pais de todos eles com a missão de empregá-los profissionalmente em clubes esportivos, segundo a delegada. O suposto treinador recebia ainda R$ 100 por mês de algumas famílias como ajuda de custo.

Até a tarde de quarta-feira, o acusado permanecia desaparecido. A denúncia de abuso sexual foi feita anonimamente para o padre Nelson Ferreira dos Campos, da igreja Santa Luzia, de Campinas. O caso foi encaminhado para o 5º Distrito Policial da cidade e registrado em um boletim de ocorrência como abuso sexual, corrupção de menores e escravidão. Os garotos relataram ao padre que eram forçados a manter relações sexuais com o suposto treinador em troca de comida e dos possíveis contratos com clubes de futebol.

As investigações foram transferidas para a Delegacia da Mulher, que pediu a prisão temporária do acusado. Segundo a delegada, os adolescentes foram levados para um abrigo pelo Conselho Tutelar de Campinas e devem ser devolvidos às suas famílias. O local onde estão os garotos também é mantido em sigilo. “Depois que os jovens forem liberados das investigações eles serão encaminhados de volta às suas casas”, explicou Maria Regina. Ela acrescentou que todos serão ouvidos em depoimento.

Enquanto os meninos permanecerem na cidade, estarão sob a guarda do Conselho Tutelar. A delegada disse que não há previsão de quando os 15 jovens poderão retornar a suas casas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;