Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Pareidolia política

Sabe aquela nuvem no céu que tem formato de anjo e a pessoa tem certeza que é uma mensagem divina para ela? Sabe aquela espuma no café que forma o rosto de Jesus


Roberto Silva
Do Diário do Grande ABC

01/09/2015 | 07:00


Sabe aquela nuvem no céu que tem formato de anjo e a pessoa tem certeza que é uma mensagem divina para ela? Sabe aquela espuma no café que forma o rosto de Jesus e a pessoa tem certeza que aquilo tem algum significado para ela? Tem pessoa que vê discos voadores, monstros, fantasmas, escutam ruídos e pensam ser mensagens gravadas. A esse fenômeno psicológico dá-se o nome de pareidolia. E é muito mais comum entre os políticos do que se imagina. O cérebro humano procura reconhecer nas coisas mais inusitadas algo real, que faz parte de seu cotidiano. No caso dos homens públicos, podemos dizer que eles veem coisas onde não existe. Acreditam no que querem acreditar e não são capazes de distinguir a realidade. Um exemplo é aquele tapinha nas costas elegante, positivo, que o vereador ou o prefeito recebe na padaria. Para ele, o gesto de um eleitor que está tomando seu café naquele momento representa o de todas as pessoas que estão no estabelecimento. Os outros 30 clientes podem estar pensando o quão ele é um administrador ou um legislador ruim, podem fazer cara feia, mas ele não vai ter essa percepção. Valeu o tapinha nas costas. Outro exemplo são algumas pesquisas eleitorais. Tem político que acredita, de fato, estar bem colocado, mesmo com a enxurrada de críticas que recebe nas redes sociais e nas ruas, mesmo sabendo que sua gestão ou seu mandato na Câmara não produziu avanços para a cidade. Ele estará convencido, porém, de que alguns números de sondagens eleitorais são mais importantes. Bom, deve ter político que acredita em Papai Noel. Ainda mais se mostrar o título de eleitor de seu município. É a pareidolia política.

Padinho Ciço’
O deputado estadual Orlando Morando (PSDB) esteve na sexta-feira e sábado no Ceará. Reuniu-se com o prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundão, e com o ex-prefeito de Várzea Alegre José Helder e o atual, Vanderlei Freire. Na oportunidade, o parlamentar visitou a estátua do Padre Cícero. “Pedi pela manutenção dos empregos neste momento de crise”, disse o tucano.

Ausências
Em evento que reuniu os ex-presidentes do Brasil (Lula) e do Uruguai (Pepe Mujica) em São Bernardo, o petista ressaltou a história do partido, em que Diadema teve importante participação. Muitos, nessa hora, olharam para o lado para observar os representantes da cidade, mas ninguém encontrou os ex-prefeitos Mário Reali (PT) e José de Filippi Júnior (PT).

Pela ordem
A OAB de Santo André entrou com ação no Ministério Público para investigar o processo de contratação da empresa que colocou em prática a ciclofaixa. A entidade também se manifestou sobre a discussão sobre aumento do número de cadeiras na Câmara e apoiou projeto que instituiu a ‘ficha limpa’ na cidade. Mas por que a instituição não se posicionou acerca da polêmica envolvendo o vereador Toninho de Jesus (DEM), que indicou emendas para entidade ligada à mãe de seu assessor? Dizem que é porque o presidente Fábio Picarelli está prestes a se filiar no Democratas. Será? 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;