Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema recebe primeira parte da Virada Cultural

Apresentação da sambista Dona Ivone Lara reuniu 900 pessoas na Praça da Moça


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

26/05/2013 | 07:00


Representante do Grande ABC na Virada Cultural Paulista 2013, Diadema recebeu ontem a primeira leva de atrações da edição. A largada foi dada às 18h. Diversos pontos espalhados pela cidade receberam atrações, como dança, teatro, música e cinema.

O prefeito Lauro Michels (PV) e o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araújo, estiveram presentes na abertura das atividades, no Teatro Elis Regina. "É uma grande alegria para a cidade", comentou o prefeito. "A cultura vem para dar alegria ao povo", completou. Para o secretário, essa é uma Virada diferenciada. "Temos artistas da cidade, do Estado e de outros países", disse ele, que afirmou ainda que espera fechar outros laços de parceria com a cidade.

Aos poucos, as pessoas chegavam à Praça da Moça para o leque de apresentações. Todas eram obrigadas a passar por revista da Polícia Militar antes de entrar no local, Quem abriu a programação foi o ator, diretor e humorista Robson Nunes, com espetáculo de stand-up comedy.

A grande atração da noite no palco da Praça da Moça foi a cantora Dona Ivone Lara. Acompanhada por sete músicos, incluindo seu neto André Lara, no banjo, a simpática cantora de 92 anos se apresentou para cerca de 900 pessoas. Sentada em uma cadeira de rodas, soltou o vozeirão e cantou pérolas do samba como Alguém me Avisou, e foi calorosamente acompanhada pelos presentes. Faixas como Tendência, Enredo do Meu Samba, Mas Quem Disse Que Eu Te Esqueço e Alvorecer não ficaram de fora do repertório.

A espectadora Daniela Fonseca acompanhou a filha Thaynara Fonseca Paes, 8 anos. "Viemos aqui para ver as atrações teatrais. Thaynara faz teatro e quer apreciar o que tiver na programação", disse a mãe. Sem ocorrências, segundo a Polícia Militar, o evento passou ar de calmaria para gente como Anderson Roberto, de Diadema. "Está tranquilo para passear. O ambiente está bem familiar", afirmou. A Virada Cultural Paulista segue hoje, até às 18h.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diadema recebe primeira parte da Virada Cultural

Apresentação da sambista Dona Ivone Lara reuniu 900 pessoas na Praça da Moça

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

26/05/2013 | 07:00


Representante do Grande ABC na Virada Cultural Paulista 2013, Diadema recebeu ontem a primeira leva de atrações da edição. A largada foi dada às 18h. Diversos pontos espalhados pela cidade receberam atrações, como dança, teatro, música e cinema.

O prefeito Lauro Michels (PV) e o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araújo, estiveram presentes na abertura das atividades, no Teatro Elis Regina. "É uma grande alegria para a cidade", comentou o prefeito. "A cultura vem para dar alegria ao povo", completou. Para o secretário, essa é uma Virada diferenciada. "Temos artistas da cidade, do Estado e de outros países", disse ele, que afirmou ainda que espera fechar outros laços de parceria com a cidade.

Aos poucos, as pessoas chegavam à Praça da Moça para o leque de apresentações. Todas eram obrigadas a passar por revista da Polícia Militar antes de entrar no local, Quem abriu a programação foi o ator, diretor e humorista Robson Nunes, com espetáculo de stand-up comedy.

A grande atração da noite no palco da Praça da Moça foi a cantora Dona Ivone Lara. Acompanhada por sete músicos, incluindo seu neto André Lara, no banjo, a simpática cantora de 92 anos se apresentou para cerca de 900 pessoas. Sentada em uma cadeira de rodas, soltou o vozeirão e cantou pérolas do samba como Alguém me Avisou, e foi calorosamente acompanhada pelos presentes. Faixas como Tendência, Enredo do Meu Samba, Mas Quem Disse Que Eu Te Esqueço e Alvorecer não ficaram de fora do repertório.

A espectadora Daniela Fonseca acompanhou a filha Thaynara Fonseca Paes, 8 anos. "Viemos aqui para ver as atrações teatrais. Thaynara faz teatro e quer apreciar o que tiver na programação", disse a mãe. Sem ocorrências, segundo a Polícia Militar, o evento passou ar de calmaria para gente como Anderson Roberto, de Diadema. "Está tranquilo para passear. O ambiente está bem familiar", afirmou. A Virada Cultural Paulista segue hoje, até às 18h.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;