Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Como perder seu emprego


Cíntia Bortotto

31/08/2015 | 07:18


Num momento em que vemos a economia em uma fase tão difícil e o fantasma do desemprego crescendo vertiginosamente, perder o emprego é uma preocupação constante. Obviamente alguns cargos e funções ainda não estão tão ameaçados, mas ficar sem trabalho com as perspectivas que temos hoje no Brasil é algo um tanto arriscado.

Por isso, minha dica é: cuide bem do seu! Passamos boa parte de nossas vidas em nosso emprego, e compartilhar tanto tempo com essas pessoas nos causa aparente intimidade que pode nos atrapalhar. Estar atento à sua postura é fundamental para uma carreira de sucesso. Mas o que mais podemos fazer para evitar problemas no ambiente de trabalho, que ocasionalmente podem gerar demissões?

Vamos lá, eis o que pode te atrapalhar:

1. Não cumprimento de prazos ou metas: o principal ponto de avaliação dos gestores é o desempenho. O não cumprimento de prazos e metas é um dos comportamentos mais inaceitáveis;

2. Falta de qualidade na entrega: outro ponto muito observado e reprovado pelos gestores. Fique atento à qualidade daquilo que você produz;

3. Baixo nível de comprometimento: normalmente, observamos pessoas que sempre colocam seus interesses antes de seu dever para com a empresa, e demonstram pouco comprometimento com os projetos e atividades da área;

4. Informalidade excessiva: algumas vezes, vemos o uso de palavras de baixo calão ou vestimentas inadequadas, denotando excesso de informalidade;

5. Fofocas: é muito malvisto o comportamento de falar demais em momentos ou para pessoas de forma não adequada;

6. Brincadeiras excessivas ou de mau gosto: em ambiente profissional você pode brincar, mas não abusar deste recurso;

7. Não ter iniciativa: é um ponto crucial. A maior parte dos gestores preza a iniciativa. Portanto, mexa-se, mostre-se interessado!

8. Não demonstrar liderança: este ponto acaba gerando a não promoção de muitas pessoas. Muitos têm a habilidade técnica, mas não são bons para liderar outros. No entanto, trata-se de uma competência que pode ser desenvolvida. Invista na sua liderança!

9. Acomodação: vemos sempre aquela pessoa que estuda um pouco e acha que já está bom. Para estarmos atualizados, o estudo tem de ser constante;

10. Intromissões em áreas alheias: acontece quando a pessoa se envolve em assuntos que não têm nada a ver com sua área de atuação, e ainda vende que sabe tudo. Cuide bem de seu trabalho e não interfira no que não tem a ver com ele.

Fique atento e cuide bem do seu emprego. Siga confiante e boa sorte! 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como perder seu emprego

Cíntia Bortotto

31/08/2015 | 07:18


Num momento em que vemos a economia em uma fase tão difícil e o fantasma do desemprego crescendo vertiginosamente, perder o emprego é uma preocupação constante. Obviamente alguns cargos e funções ainda não estão tão ameaçados, mas ficar sem trabalho com as perspectivas que temos hoje no Brasil é algo um tanto arriscado.

Por isso, minha dica é: cuide bem do seu! Passamos boa parte de nossas vidas em nosso emprego, e compartilhar tanto tempo com essas pessoas nos causa aparente intimidade que pode nos atrapalhar. Estar atento à sua postura é fundamental para uma carreira de sucesso. Mas o que mais podemos fazer para evitar problemas no ambiente de trabalho, que ocasionalmente podem gerar demissões?

Vamos lá, eis o que pode te atrapalhar:

1. Não cumprimento de prazos ou metas: o principal ponto de avaliação dos gestores é o desempenho. O não cumprimento de prazos e metas é um dos comportamentos mais inaceitáveis;

2. Falta de qualidade na entrega: outro ponto muito observado e reprovado pelos gestores. Fique atento à qualidade daquilo que você produz;

3. Baixo nível de comprometimento: normalmente, observamos pessoas que sempre colocam seus interesses antes de seu dever para com a empresa, e demonstram pouco comprometimento com os projetos e atividades da área;

4. Informalidade excessiva: algumas vezes, vemos o uso de palavras de baixo calão ou vestimentas inadequadas, denotando excesso de informalidade;

5. Fofocas: é muito malvisto o comportamento de falar demais em momentos ou para pessoas de forma não adequada;

6. Brincadeiras excessivas ou de mau gosto: em ambiente profissional você pode brincar, mas não abusar deste recurso;

7. Não ter iniciativa: é um ponto crucial. A maior parte dos gestores preza a iniciativa. Portanto, mexa-se, mostre-se interessado!

8. Não demonstrar liderança: este ponto acaba gerando a não promoção de muitas pessoas. Muitos têm a habilidade técnica, mas não são bons para liderar outros. No entanto, trata-se de uma competência que pode ser desenvolvida. Invista na sua liderança!

9. Acomodação: vemos sempre aquela pessoa que estuda um pouco e acha que já está bom. Para estarmos atualizados, o estudo tem de ser constante;

10. Intromissões em áreas alheias: acontece quando a pessoa se envolve em assuntos que não têm nada a ver com sua área de atuação, e ainda vende que sabe tudo. Cuide bem de seu trabalho e não interfira no que não tem a ver com ele.

Fique atento e cuide bem do seu emprego. Siga confiante e boa sorte! 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;