Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia fecha bingo ilegal no bairro Rudge Ramos

Ninguém foi detido durante a operação; foram apreendidas 49 máquinas caça-níqueis


Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

14/07/2012 | 07:00


Uma denúncia anônima levou policiais militares de São Bernardo a fecharem na madrugada de ontem um bingo clandestino que funcionava no bairro do Rudge Ramos. Ninguém foi preso na ação.

Por volta das 3h, os policiais chegaram ao estabelecimento localizado na Rua Jacquey, no piso superior de um bar e restaurante que funciona no local. Questionados, funcionários negaram a existência de máquinas caça-níqueis ou bingo eletrônico.

Um gerente argumentou que o andar de cima do prédio, apesar de ter acesso apenas por escadas internas, não tinha vínculos com a lanchonete. Para entrar no local, os policiais militares precisaram chamar outra pessoa do comércio, que tinha as chaves da sala ao lado.

Depois de tanta demora, foram apreendidas 49 máquinas caça-níqueis. Somente três delas estavam desligadas. Uma quantia de quase R$ 1.000 em dinheiro também estava no local. Diferente de outros locais estourados pela polícia, nesse não havia propriamente serviço para clientes, como bebidas e alimentos, o que faz as investigações prosseguirem para apurar até onde vai, de fato, a participação do comércio.

Como nenhum cliente estava nas dependências do bingo clandestino, foi feito apenas um TC (Termo Circunstanciado) no 2º DP (Rudge Ramos) da cidade, onde o caso foi registrado.

Uma copeira da lanchonete, moradora da Vila Vivaldi, também no município, de 31 anos, chegou a ser detida para averiguação, mas acabou liberada em seguida por falta de provas concretas para a acusação de vínculo com a jogatina ilegal. Como o maquinário estava em péssimo estado de conservação, a polícia acredita que o local possa reabrir.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia fecha bingo ilegal no bairro Rudge Ramos

Ninguém foi detido durante a operação; foram apreendidas 49 máquinas caça-níqueis

Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

14/07/2012 | 07:00


Uma denúncia anônima levou policiais militares de São Bernardo a fecharem na madrugada de ontem um bingo clandestino que funcionava no bairro do Rudge Ramos. Ninguém foi preso na ação.

Por volta das 3h, os policiais chegaram ao estabelecimento localizado na Rua Jacquey, no piso superior de um bar e restaurante que funciona no local. Questionados, funcionários negaram a existência de máquinas caça-níqueis ou bingo eletrônico.

Um gerente argumentou que o andar de cima do prédio, apesar de ter acesso apenas por escadas internas, não tinha vínculos com a lanchonete. Para entrar no local, os policiais militares precisaram chamar outra pessoa do comércio, que tinha as chaves da sala ao lado.

Depois de tanta demora, foram apreendidas 49 máquinas caça-níqueis. Somente três delas estavam desligadas. Uma quantia de quase R$ 1.000 em dinheiro também estava no local. Diferente de outros locais estourados pela polícia, nesse não havia propriamente serviço para clientes, como bebidas e alimentos, o que faz as investigações prosseguirem para apurar até onde vai, de fato, a participação do comércio.

Como nenhum cliente estava nas dependências do bingo clandestino, foi feito apenas um TC (Termo Circunstanciado) no 2º DP (Rudge Ramos) da cidade, onde o caso foi registrado.

Uma copeira da lanchonete, moradora da Vila Vivaldi, também no município, de 31 anos, chegou a ser detida para averiguação, mas acabou liberada em seguida por falta de provas concretas para a acusação de vínculo com a jogatina ilegal. Como o maquinário estava em péssimo estado de conservação, a polícia acredita que o local possa reabrir.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;