Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tigre põe cinco bolas na trave, mas perde e está eliminado


Anderson Fattori

10/01/2019 | 07:00


Tem dias em que a bola insiste em não entrar. Ontem foi uma dessas tardes para o São Bernardo FC. O time só precisava do empate contra o CSA-AL para se classificar à segunda fase da Copa São Paulo, mas sofreu gol no primeiro tempo e, mesmo pressionando muito, não conseguiu impedir o revés por 1 a 0, no Baetão.

O resultado classificou a equipe alagoana na liderança da chave, com seis pontos, beneficiada pelo empate entre EC São Bernardo (segundo, com cinco) e ABC-RN.

Acompanhar a partida já era tarefa ingrata diante da alta temperatura, ainda mais no Baetão, que tem gramado sintético e forrado com borracha. O sol era tão quente que na arquibancada dava para sentir cheiro de plástico queimado. Jogar futebol, então, era muito mais complicado.

Mesmo assim, o Tigre foi para cima e criou as melhores chances da etapa inicial, inclusive colocou a primeira bola na trave, com Cristian. Mas foi o CSA que marcou, com Léo, aos 38, após dar meia lua no zagueiro e bater cruzado.

Depois disso, até o fim da partida foi o Tigre atacando e o CSA se defendendo. Foram mais quatro bolas na trave e nenhuma na rede. “Futebol é isso. As coisas não conspiraram ao nosso favor. Fizemos o que podíamos, tivemos o controle, mas não era o nosso dia”, lamentou o técnico Cléber Ferreira, do Tigre.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;