Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema é sede do V Congresso de Umbanda e Candomblé


Do Diário OnLine

16/05/2003 | 08:38


O Teatro Clara Nunes será sede, entre os dias 19 e 25 de maio, o V Congresso de Umbanda e Candomblé de Diadema e Grande São Paulo. O evento, patrocinado por praticantes e estudiosos das religiões afros, acontece há quatro anos na cidade.

Neste ano, o congresso conta com a participação da secretária Nacional de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro. Ela participa das atividades do dia 24, que terá ainda a presença do deputado federal Vicentinho (PT).

Mais de mil participantes, entre expositores de trabalhos e ouvintes, estão sendo aguardados para o Congresso. Organizado pela Federação de Umbanda e Cultos Afro-brasileiros de Diadema (FUCABRAD), Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira (INTECAB) e pela Casa das Minas de Thoya Jarina, de Diadema, o Congresso traz importantes nomes para a Cidade, proporcionando um intercâmbio entre pesquisadores nacionais no estudo de preservação das diferentes tradições religiosas.

Entre eles a professora Lia Diskin, Associação Palas Athena e Educação pela Cultura de Paz; professor Reginaldo Prandi, titular de sociologia da USP; Teresinha Bernardo, professora Associada da PUC; e outros especialistas de renome internacional nas áreas de sociologia, antropologia, etnologia e história.

Participarão também, autoridades de diferentes religiões, como a Monja Coen de Murayama (Zen-Budismo), Sheikh Muhammad Ragip (Islam-Sufismo), Dom Anselmo Nemoyane Ribeiro (monge beneditino) e Ministro Jackson (Igreja Messiânica), entre outros.

Sob a coordenação geral de Toy Vodunnon Francelino de Shapanan, pertencente à Casa das Minas de Thoya Jarina , de Diadema, o evento reunirá religiosos afro-brasileiros das tradições de Angola, Efan, Jeje, Keto, Mina Jeje, Mina Nogô, Nagô Egbá, Omolôco, Oyó, Tradição de Orixá e a Umbanda.

Durante todo o congresso, os participantes poderão participar de quatro oficinas culturais, gratuitas, que vão ocorrer em bairros da cidade. Nelas, os participantes vão aprender desde confeccionar instrumentos musicais, roupas e artesanatos, até conhecer as manifestações folclóricas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;