Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Pro Teste alerta sobre uso de ‘falso’ óculos de sol


Luciana Yamashita
Especial para o Diário

08/01/2008 | 07:01


Para aproveitar o verão e os raios de sol de maneira saudável, prevenção é a palavra de ordem. A Pro Teste alerta os consumidores na hora de escolher um modelo de óculos de sol. A primeira recomendação é que a mercadoria não seja adquirida no mercado informal. Além de não proteger, as lentes prejudicam a visão. As pupilas dilatam no escuro e facilitam a incidência da radiação.

A advogada da Pro Teste, Karin Veloso Mazorca, defende que os óculos de sol não sejam apenas para estética. “Muitos consumidores consideram os óculos de sol um acessório para incrementar o visual no verão. O alerta que a Pro Teste quer dar é a questão da saúde e proteção para os olhos.”

Segundo a advogada, o verão e as férias podem fazer com que o consumidor esqueça dos riscos. “Por mais que as pessoas tenham informação, estão em um momento de relaxamento e lazer.”

CUSTO

A escolha por um produto falsificado ocorre devido ao preço, muito mais barato do que um produto certificado.

O comerciante José Silva Santos, 40 anos, usa o acessório em dias de muito sol. “Tenho cinco óculos de camelô. O original é caro e eu compro de acordo com o que posso”, afirma. O estudante Dimitri Liga Rodrigues, 21, também leva em conta o preço. “Compro falsificado porque é mais acessível. Mas não se compara à qualidade da lente original.”

Com fotofobia (sensibilidade à luz), Maudi Almeida, 48 anos, sempre escolhe um óculos pela qualidade. “Pago caro, mas uso óculos certificado.” (Colaborou André Vieira)


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pro Teste alerta sobre uso de ‘falso’ óculos de sol

Luciana Yamashita
Especial para o Diário

08/01/2008 | 07:01


Para aproveitar o verão e os raios de sol de maneira saudável, prevenção é a palavra de ordem. A Pro Teste alerta os consumidores na hora de escolher um modelo de óculos de sol. A primeira recomendação é que a mercadoria não seja adquirida no mercado informal. Além de não proteger, as lentes prejudicam a visão. As pupilas dilatam no escuro e facilitam a incidência da radiação.

A advogada da Pro Teste, Karin Veloso Mazorca, defende que os óculos de sol não sejam apenas para estética. “Muitos consumidores consideram os óculos de sol um acessório para incrementar o visual no verão. O alerta que a Pro Teste quer dar é a questão da saúde e proteção para os olhos.”

Segundo a advogada, o verão e as férias podem fazer com que o consumidor esqueça dos riscos. “Por mais que as pessoas tenham informação, estão em um momento de relaxamento e lazer.”

CUSTO

A escolha por um produto falsificado ocorre devido ao preço, muito mais barato do que um produto certificado.

O comerciante José Silva Santos, 40 anos, usa o acessório em dias de muito sol. “Tenho cinco óculos de camelô. O original é caro e eu compro de acordo com o que posso”, afirma. O estudante Dimitri Liga Rodrigues, 21, também leva em conta o preço. “Compro falsificado porque é mais acessível. Mas não se compara à qualidade da lente original.”

Com fotofobia (sensibilidade à luz), Maudi Almeida, 48 anos, sempre escolhe um óculos pela qualidade. “Pago caro, mas uso óculos certificado.” (Colaborou André Vieira)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;