Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Auricchio mantém quarteto intocável


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

17/11/2008 | 07:00


Estabilidade no meio político não é um fator corriqueiro. Ainda mais quando se trata de cargos de confiança, o chamado primeiro escalão das administrações municipais. Não raras são as substituições efetuadas pelos prefeitos. Em São Caetano, apenas quatro nomes se mantêm intocáveis na mesma função desde que assumiram os cargos, em janeiro de 2005.

Dentre as 21 autarquias, secretarias e fundações, os únicos a serem mantidos no cargo pelo prefeito José Auricchio Júnior (PTB) desde o início da atual gestão são Regina Maura Zetone, responsável pela pasta de Saúde e Vigilância Sanitária, Silmara Regina Cuel Coimbra, da Administração, Mauro Checkin, comandante de Esportes e Turismo, e o maestro Antônio Carlos Neves Pinto, da Fundação das Artes.

No atual mandato, Auricchio efetuou 22 mudanças nos cargos de confiança - sem contar as trocas ocorridas na assessoria direta de gabinete, conselhos, Ouvidoria, Corregedoria, dentre outros departamentos de menor porte.

A manutenção dos servidores nesses quase quatro anos não significa necessariamente que já estão garantidos para o próximo mandato do chefe do Executivo reeleito. Indagado sobre a possível continuidade dos inatingíveis até então, Auricchio é taxativo. "Não são esses critérios para escolhas futuras. Os projetos continuarão porque estão dando certo, mas não quer dizer que serão conduzidos pelas mesmas pessoas."

Além de se conservarem estáveis no atual mandato do petebista, os quatro têm outro fator em comum: trabalharam em gestões de Luiz Tortorello (que morreu em dezembro de 2004), prefeito antecessor e padrinho político de Auricchio. Entretanto, segundo o atual comandante do Palácio da Cerâmica, essas "associações" não foram arquitetadas previamente. "Não há qualquer grau de interdependência", pondera.

Além do quarteto, o secretário de Comunicação, Carlos Serrão, também figura na lista dos profissionais que assumiram a função em janeiro de 2005 e estão até hoje no posto. Entretanto, chegou a ser substituído por Silvio Minciotti no ano passado, mas logo retornou ao cargo.

Coringas - Outras importantes peças da administração de São Caetano continuam no primeiro escalão da Prefeitura, mas já foram movimentadas durante a gestão Auricchio. Ramis Sayar, atual secretário de Desenvolvimento Econômico, foi um dos que mais mudaram de casa. O coringa Sayar foi nomeado, em 2005, chefe da Secretaria de Planejamento e posteriormente ocupou a Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

Júlio Marcucci é no momento diretor-geral do DAE (Departamento de Água e Esgoto), mas iniciou a gestão como secretário de Obras. Geová Maria Faria deixou o comando da DTV (Diretoria de Transportes e Vias Públicas) para se dedicar à pasta de Serviços Municipais. Sônia Maria Franco Xavier começou o mandato como presidente da Fundação Pró-Memória, mas atualmente exerce liderança da Secretaria de Cultura.

Dos escolhidos para acompanhar os primeiros passos do prefeito Auricchio na caminhada deste primeiro mandato, apenas cinco pessoas não fazem mais parte da equipe de governo: Dorival Fernandes (ex-secretário de Serviços Municipais), Wenceslau Teixeira (ex-diretor do DAE), André Beer (ex-diretor de Desenvolvimento Econômico), Marta Tortorello (ex-secretária de Assistência Social e Cidadania) e Maria Carmem Gonzalez Rey Campos (ex-secretária da Fazenda).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Auricchio mantém quarteto intocável

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

17/11/2008 | 07:00


Estabilidade no meio político não é um fator corriqueiro. Ainda mais quando se trata de cargos de confiança, o chamado primeiro escalão das administrações municipais. Não raras são as substituições efetuadas pelos prefeitos. Em São Caetano, apenas quatro nomes se mantêm intocáveis na mesma função desde que assumiram os cargos, em janeiro de 2005.

Dentre as 21 autarquias, secretarias e fundações, os únicos a serem mantidos no cargo pelo prefeito José Auricchio Júnior (PTB) desde o início da atual gestão são Regina Maura Zetone, responsável pela pasta de Saúde e Vigilância Sanitária, Silmara Regina Cuel Coimbra, da Administração, Mauro Checkin, comandante de Esportes e Turismo, e o maestro Antônio Carlos Neves Pinto, da Fundação das Artes.

No atual mandato, Auricchio efetuou 22 mudanças nos cargos de confiança - sem contar as trocas ocorridas na assessoria direta de gabinete, conselhos, Ouvidoria, Corregedoria, dentre outros departamentos de menor porte.

A manutenção dos servidores nesses quase quatro anos não significa necessariamente que já estão garantidos para o próximo mandato do chefe do Executivo reeleito. Indagado sobre a possível continuidade dos inatingíveis até então, Auricchio é taxativo. "Não são esses critérios para escolhas futuras. Os projetos continuarão porque estão dando certo, mas não quer dizer que serão conduzidos pelas mesmas pessoas."

Além de se conservarem estáveis no atual mandato do petebista, os quatro têm outro fator em comum: trabalharam em gestões de Luiz Tortorello (que morreu em dezembro de 2004), prefeito antecessor e padrinho político de Auricchio. Entretanto, segundo o atual comandante do Palácio da Cerâmica, essas "associações" não foram arquitetadas previamente. "Não há qualquer grau de interdependência", pondera.

Além do quarteto, o secretário de Comunicação, Carlos Serrão, também figura na lista dos profissionais que assumiram a função em janeiro de 2005 e estão até hoje no posto. Entretanto, chegou a ser substituído por Silvio Minciotti no ano passado, mas logo retornou ao cargo.

Coringas - Outras importantes peças da administração de São Caetano continuam no primeiro escalão da Prefeitura, mas já foram movimentadas durante a gestão Auricchio. Ramis Sayar, atual secretário de Desenvolvimento Econômico, foi um dos que mais mudaram de casa. O coringa Sayar foi nomeado, em 2005, chefe da Secretaria de Planejamento e posteriormente ocupou a Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

Júlio Marcucci é no momento diretor-geral do DAE (Departamento de Água e Esgoto), mas iniciou a gestão como secretário de Obras. Geová Maria Faria deixou o comando da DTV (Diretoria de Transportes e Vias Públicas) para se dedicar à pasta de Serviços Municipais. Sônia Maria Franco Xavier começou o mandato como presidente da Fundação Pró-Memória, mas atualmente exerce liderança da Secretaria de Cultura.

Dos escolhidos para acompanhar os primeiros passos do prefeito Auricchio na caminhada deste primeiro mandato, apenas cinco pessoas não fazem mais parte da equipe de governo: Dorival Fernandes (ex-secretário de Serviços Municipais), Wenceslau Teixeira (ex-diretor do DAE), André Beer (ex-diretor de Desenvolvimento Econômico), Marta Tortorello (ex-secretária de Assistência Social e Cidadania) e Maria Carmem Gonzalez Rey Campos (ex-secretária da Fazenda).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;