Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lauro rebaixa antiga vice e ex-secretário de Esportes

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-número dois do Paço de Diadema, Silvana Guarnieri será assessora em Obras; Marquinhos auxiliará verde


Junior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

18/01/2017 | 07:00


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), segue rebaixando antigos aliados e auxiliares que tiveram destaque na sua primeira gestão (2013-2016). Vice-prefeita e secretária do primeiro governo, a engenheira Silvana Guarnieri (PSB) foi alocada na Secretaria de Obras como assistente da Pasta. Chefe de Esportes na primeira passagem do verde pelo Paço, Antônio Marcos Ferreira da Silva, o Marquinhos da Liga (PSB), será assessor de gabinete do prefeito.

As duas nomeações foram publicadas ontem no Diário Oficial e somam-se ao desprestígio de outros nomes que apoiavam Lauro desde que o verde era vereador (2005 a 2008 e 2009 a 2012), como Joeder José de Souza (PP), ex-presidente do Florestan Fernandes (autarquia municipal que promove cursos de capacitação profissional), e o ex-secretário de Gestão de Pessoas Gesiel Duarte de Oliveira.

Os dois ficaram de fora da atual equipe de secretariado. Joeder foi nomeado como assistente da Pasta de Cultura e Gesiel, no setor de Planejamento. Para todos esses novos cargos ocupados por ex-secretários, o salário é de R$ 6.327 por mês. No primeiro escalão, tinham remuneração de R$ 10.533.

Na primeira gestão de Lauro, além de vice-prefeita, Silvana foi prestigiada com o comando da Secretaria de Assistência Social e Cidadania. Na época, ela era filiada ao PTB. O desgaste da relação entre os dois ocorreu no segundo ano de governo, em 2014. A contragosto do verde, Silvana decidiu ser candidata a deputada federal – teve 1.395 votos. O projeto de Lauro era que a cúpula do Paço concentrasse apoio ao projeto do então secretário de Obras, Márcio da Farmácia (PV), atual vice-prefeito.

Foi justamente nessa época em que o prefeito protagonizou polêmica ao viajar ao Exterior e nomear seu secretário de Assuntos Jurídicos como substituto em vez do presidente da Câmara, como estabelece a linha sucessória. Vice-prefeita, Silvana não assumiu interinamente a Prefeitura porque era pré-candidata e, se assumisse, seria impedida pela lei eleitoral de disputar o pleito. Como justificativa para a ausência, pediu licença médica.

A aproximação veio mais tarde e Silvana chegou a deixar o PTB para seguir apoiando Lauro e sair candidata a vereadora pela base do verde. Acabou tendo o projeto minado internamente.

Marquinhos da Liga também seria um dos nomes fortes do governo Lauro na disputa por vaga na Câmara. Ventila-se, porém, que sua aproximação com o principal time de futebol da cidade, o Água Santa, esfriou. O nome escolhido pela equipe foi o do hoje parlamentar Revelino Teixeira, o Pretinho (DEM), eleito com 3.326 votos. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;