Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Erro humano provocou acidente com avião russo


Do Diário OnLine

10/07/2001 | 12:08


Uma falha humana foi a causa do acidente com o avião russo Tupolev-154 que causou a morte de 145 pessoas na última semana na Sibéria, informou o vice-primeiro-ministro russo e responsável pela comissão especial encarregada de investigar o acidente, Ilya Klebanov, em Moscou, nesta terça-feira.

A análise das duas caixas pretas, onde ficam registrados todo o histórico do vôo, inclusive as conversas entre piloto e torre de controle, revelou que o co-piloto estava pilotando a aeronave no momento do acidente. Ele não conseguiu obedecer as ordens dada pelo piloto e perdeu o controle durante uma manobra a 800 metros do chão, quando se preparava para pousar o avião.

A análise revelou também que as três turbinas da aeronave funcionavam perfeitamente no momento do acidente. As primeiras suspeitas eram de que uma falha simultânea nas turbinas teria causado a queda.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Erro humano provocou acidente com avião russo

Do Diário OnLine

10/07/2001 | 12:08


Uma falha humana foi a causa do acidente com o avião russo Tupolev-154 que causou a morte de 145 pessoas na última semana na Sibéria, informou o vice-primeiro-ministro russo e responsável pela comissão especial encarregada de investigar o acidente, Ilya Klebanov, em Moscou, nesta terça-feira.

A análise das duas caixas pretas, onde ficam registrados todo o histórico do vôo, inclusive as conversas entre piloto e torre de controle, revelou que o co-piloto estava pilotando a aeronave no momento do acidente. Ele não conseguiu obedecer as ordens dada pelo piloto e perdeu o controle durante uma manobra a 800 metros do chão, quando se preparava para pousar o avião.

A análise revelou também que as três turbinas da aeronave funcionavam perfeitamente no momento do acidente. As primeiras suspeitas eram de que uma falha simultânea nas turbinas teria causado a queda.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;