Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Fiorentina denuncia 'injustiça' e defende sua 'absoluta inocência'


Da AFP

14/07/2006 | 18:04


A Fiorentina, rebaixada à segunda divisão por causa do escândalo das partidas arranjadas e penalizada com 12 pontos, assegurou nesta sexta-feira que a decisão "é profundamente injusta" e defendeu de capa e espada sua "absoluta inocência", que tentará mostrar "por todos os meios".

"A sentença é profundamente injusta. Nossa conduta e a de nossos dirigentes foi de uma correção absoluta", assegurou o clube de Florença em um comunicado divulgado após o resultado da sentença do Tribunal Disciplinar da Federação Italiana de Futebol, sobre este escândalo, que envolveu ainda o Juventus, o Lazio e o Milan, o único que não foi rebaixado.

"A Fiorentina reitera sua posição crítica diante de um processo guiado por certos imperativos do tempo, que, de forma evidente, impediram uma análise em profundidade dos fatos", denunciou o clube.

"Por esse motivo, por respeito à cidade (de Florença), aos 'tifosi' e à dignidade das pessoas atingidas, a Fiorentina lutará por todos os meios e frente a todas as instâncias competentes para se faça luz sobre os fatos e sobre sua absoluta inocência em qualquer hipotética fraude", prometeu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fiorentina denuncia 'injustiça' e defende sua 'absoluta inocência'

Da AFP

14/07/2006 | 18:04


A Fiorentina, rebaixada à segunda divisão por causa do escândalo das partidas arranjadas e penalizada com 12 pontos, assegurou nesta sexta-feira que a decisão "é profundamente injusta" e defendeu de capa e espada sua "absoluta inocência", que tentará mostrar "por todos os meios".

"A sentença é profundamente injusta. Nossa conduta e a de nossos dirigentes foi de uma correção absoluta", assegurou o clube de Florença em um comunicado divulgado após o resultado da sentença do Tribunal Disciplinar da Federação Italiana de Futebol, sobre este escândalo, que envolveu ainda o Juventus, o Lazio e o Milan, o único que não foi rebaixado.

"A Fiorentina reitera sua posição crítica diante de um processo guiado por certos imperativos do tempo, que, de forma evidente, impediram uma análise em profundidade dos fatos", denunciou o clube.

"Por esse motivo, por respeito à cidade (de Florença), aos 'tifosi' e à dignidade das pessoas atingidas, a Fiorentina lutará por todos os meios e frente a todas as instâncias competentes para se faça luz sobre os fatos e sobre sua absoluta inocência em qualquer hipotética fraude", prometeu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;