Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Como o astronauta faz cocô e xixi no espaço?

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

17/12/2017 | 07:00


Os tripulantes de uma nave utilizam banheiro diferente enquanto viajam pelo espaço. Com sistema especial de sucção de líquidos (xixi) e sólidos (cocô), essa área na Estação Espacial Internacional funciona, normalmente, com tipo comum de privada, com diferença de que as substâncias não são jogadas no esgoto, mas possuem outro tipo de destino final.

Durante a subida do foguete, os astronautas ficam grudados ao máximo no assento. Neste momento eles fazem uso de espécie de fralda, já que não poderão ir ao banheiro nas próximas horas. Geralmente acabam não utilizando o acessório. Tudo isso porque, no trajeto, não é possível trocar de roupa ou ficar se mexendo. Assim que se chega ao espaço, os tripulantes podem trocar de roupa e tirar o macacão especial.

Na Estação Espacial (estrutura montada para abrigar visitantes durante esse tipo de jornada), todo líquido é reaproveitado. Portanto, o xixi passa por processo de purificação para a água ser reutilizada. Já os resíduos sólidos são queimados, desintegrados e soltos no espaço.

No momento da higiene, aqueles que sobrevoam nosso planeta utilizam toalhas úmidas para banho. Para escovar os dentes nada muda, apenas com necessidade de atenção para que nenhum resíduo saia flutuando.

O interessante desses detalhes de quando se está fora da Terra é que a água forma bolhas, sendo utilizadas pela tripulação sem estourar. Esse fenômeno torna o simples fato de tomar água uma das coisas mais divertidas no espaço, uma vez que as bolhas devem ser pegas com a boca para ingestão.

Além da higiene pessoal, outra necessidade dos astronautas é tentar descansar. Em média, eles têm seis horas de sono diário e ficam em sacos de dormir amarrados na estação, para evitar que saiam flutuando no local.

Uma pessoa pode ficar por tempo indeterminado no espaço – há casos de profissionais que estiveram em órbita por mais de um ano. A única precaução é em relação a exercícios físicos, que precisam ser feitos constantemente para que os músculos não atrofiem (quando isso acontece, a pessoa perde a força física e os movimentos ficam mais lentos, causando dor).

Consultoria de Marcos Pontes, tenente-coronel da Força Aérea Brasileira e primeiro astronauta brasileiro e sul-americano a ir ao espaço, em 2006, na batizada Missão Centenário, em referência à comemoração dos 100 anos do voo de Santos Dumont no avião 14 Bis.

Pergunta de Victor Dutra Saranz de Francisco, de São Caetano. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados