Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Tristes argumentos

Campeonato Paulista comprova palpites negativos com final óbvio


Especial para o Diário

10/04/2012 | 00:00


Desde 21 de janeiro estamos vivendo o Paulistão-2012, sabendo antecipadamente tudo o que iria acontecer. Os defensores dessa fórmula equivocada afirmam que as 19 rodadas da competição valem, sim!

A possibilidade de o Palmeiras pegar o Guarani em Campinas é novidade. A outra é o Corinthians receber o Santos no Pacaembu na semi. Só isso?

Pessoalmente estou surpreso e decepcionado com os times de Ribeirão Preto, especialmente o meu Comercial. Vergonha futebolística.

O torneio regional de São Paulo precisa ser mais empolgante. Esse modelo não dá mais. A média de público é inferior a 1.000 pessoas por jogo. Até a várzea atrai mais gente. O ideal seria 12 ou 14 clubes, no máximo, mas por causa do Conselho Arbitral, cuja maioria é composta pelos pequenos, ninguém vai dar tiro no pé.

São várias as alternativas com os 20 clubes: modelo parecido com o da Copa do Mundo; supertorneio inicialmente com os pequenos e a entrada dos grandes em fase mais adiantada; dois grupos de dez e final entre os líderes de cada um deles; ou quatro grupos de cinco, dois turnos e final entre os quatro melhores...

Como a FPF está faturando bem com TV e patrocinadores, vai ser difícil convencer a cartolagem. A única esperança é a Globo perder audiência. Aí sim ela forçará mudança.

QUEM PAGOU A CONTA?

José Dirceu incrementou seus costumes burgueses a partir de 2002. Esqueceu sua época comuno-socialista e passou a frequentar bons e caros lugares. Nada melhor do que Paris para jantar com o presidente da CBF, José Maria Marin.

Ambos são pragmáticos. Um sabe que interessa ao outro. Um é o novo líder da organização da maior competição esportiva do mundo, que acontece no País em 2014. O outro pode reabrir as portas do governo federal, que foram fechadas para Ricardo Teixeira.

Não é possível terminar essa história sem lembrar Chico Buarque de Holanda: "mesmo com toda fama/com toda Brahma/ com toda cama/ com toda lama/ a gente vai levando/ a gente vai levando..."

DISFARCE E SINCERIDADE

Felipão disfarça e desdenha a queda de rendimento do Palmeiras. Alega que o time está oscilando bons e maus momentos na temporada. O torcedor não é bobo e percebe claramente que alguma coisa está acontecendo.

Enquanto isso, Muricy Ramalho usa de toda sinceridade, dizendo que o Santos não ganhou do São Caetano porque desdenhou o adversário. Apesar de o bandeirinha ter anulado gol legal de Ganso.

Futebol é assim. Com sinceridade ou não, quando não ganha os problemas aparecem. Mesmo quando o seu time é superior.

Conversa e empenho, a melhor receita. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;