Economia Titulo Trabalho
Santo André lidera a geração de emprego no mês de outubro

São Caetano foi a única das sete cidades a registrar resultado negativo no período; no total, região contabiliza 3.004 postos

Por Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
29/11/2023 | 07:00
Compartilhar notícia
André Henriques/DGABC


O Grande ABC gerou 3.994 vagas de emprego com carteira assinada em outubro. Este foi o quarto mês consecutivo em que a região fecha com saldo positivo. Santo André, com 1.913 postos foi a cidade com melhor resultado no período. São Caetano foi o único dos sete municípios a registrar mais demissões (3.189) do que admissões (3.072), o que resultou em deficit de 212 colocações.

Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego, durante o décimo mês do ano, a região contratou 35.136 trabalhadores com carteira assinada. Por outro lado, foram realizadas 31.142 demissões.

Individualmente, Santo André se destacou por admitir 11.309 pessoas e cortar 9.396, o que resultou em saldo positivo de 1.913 trabalhadores. 

O segundo melhor resultado do mês foi obtido por São Bernardo, com 11.746 contratações e 10.535 desligamentos, o que resultou em 1.211 de saldo. Mauá veio na sequência, com 855 contratações oficiais, fruto de 3.491 admissões e 2.636 desligamentos. Diadema teve saldo positivo de 117 postos, Ribeirão Pires, 94, e Rio Grande da Serra, 16.

Desde o início do ano, a região acumula 19.488 empregos gerados. Na comparação por cidade, Santo André lidera os dez primeiros meses com 6.096, enquanto São Bernardo, que estava na primeira colocação, caiu para segundo, com 6.057.

NO PAÍS 

O Brasil gerou 190.366 postos com carteira assinada no mês. Com isso, acumula, ao longo do ano, um saldo positivo de 1.784.695 vagas.

O saldo positivo de outubro resulta das 1.941.281 admissões e dos 1.750.915 desligamentos registrados no mês. A maioria dos empregos formais foram criados nos setores de serviços e de comércio.

Com o resultado acumulado do ano, o estoque total ficou em 44.229.120 postos de trabalho formais. “O maior crescimento do emprego formal em outubro ocorreu no setor de serviços, com um saldo de 109.939 postos, com destaque para informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, que teve saldo positivo de 65.128 empregos”, informou por meio de nota o Ministério do Trabalho. 

Ainda segundo a pasta, a segunda maior geração foi observada no setor de comércio, com 49.647 postos de trabalho gerados.<TL>




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;