Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

A exemplo de Dib, Filippi sairá a federal em 2010


Do Diário do Grande ABC

11/08/2007 | 08:56


O prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior (PT) já tem certo o seu futuro político quando encerrar seu mandato, no ano que vem. A exemplo do que fará o prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), o petista tentará se eleger deputado federal em 2010.

Reeleitos em 2004, os dois não podem disputar a próxima eleição municipal.

Filippi se elegeu deputado estadual em 1998, mas renunciou em 2000 para disputar a Prefeitura, quando venceu. “Já estive na Assembléia e agora é natural que busque a federal. Em Diadema, isso está maduro.”

O único deputado federal por Diadema foi José Augusto da Silva Ramos (PSDB), em 1994, à época eleito pelo PT, hoje deputado estadual e principal desafeto de Filippi. “O município está há muito tempo sem representante em Brasília”, diz o chefe do Executivo.

O prefeito de Diadema nega que já esteja pensando em sua candidatura. “Antes disso, quero crescer uns dez pontos a aprovação de meu governo. O resto é conseqüência. Não quero fazer campanha desde agora”, minimiza o petista, que foi tesoureiro da caminhada de Lula à reeleição, em 2006.

Em seu terceiro mandato à frente do Paço, Filippi não falou sobre a possibilidade de disputar votos na região com o socialista de São Bernardo.

Natural - O deputado estadual Mário Reali (PT-Diadema) – pré-candidato a prefeito e favorito de Filippi em 2008 (veja matéria abaixo) – entende a opção por Brasília como um “caminho natural” ao atual prefeito. “Ele carrega essa experiência no Executivo e certamente vai fazer muito por Diadema.”

Reali não acredita que Filippi e Dib disputem o mesmo voto. “Cada um teve mais de 100 mil votos em sua cidade. Além disso, o eleitorado é diferente. É possível que os dois sejam eleitos.”


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;