Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Policial é baleado e morre perto de Delegacia no Rio de Janeiro



25/06/2022 | 15:15


O policial militar Leonardo Batista da Silva, 36, foi baleado e morreu, ontem, 24, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O crime aconteceu a menos de 500 metros da 32ª Delegacia de Polícia, no bairro da Taquara.

Leonardo foi levado para um hospital na Barra da Tijuca, mas não resistiu. Um homem que deu entrada em unidade da rede municipal de saúde, momentos depois do incidente, é o principal suspeito, informou a Polícia Militar. Ele está detido, ainda que permaneça no hospital.

O policial estava de folga, quando teria reagido a um assalto e levou um tiro nas costas. Embora essa seja a versão dada por testemunhas, a Polícia Militar informou que a autoria e motivação do crime ainda estão sendo apuradas pela Delegacia de Homicídios da Capital.

Após o incidente, Leonardo foi socorrido próximo ao local do crime, na rua Mapendi, e levado ao hospital privado Lourenço Jorge, na Barra, mas não resistiu ao ferimento, que teria atingido o coração.

Após o ocorrido, equipes do 18° BPM (Jacarepaguá) e do Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM), divisão onde Leonardo era lotado, realizaram diversas diligências e ações de varredura pela região. Eles encontraram um homem que deu entrada momentos depois do incidente, também ferido por disparos de arma de fogo, no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo. Ele foi incluído nos procedimentos investigativos da DH da Capital, informou a PM.

Leonardo da Silva era cabo da Polícia Militar e estava na corporação há 11 anos. Em nota, a Polícia lamentou a perda do policial. Ele foi o 13º policial militar morto no Rio em 2022.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;