Fechar
Publicidade

Domingo, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Com reajuste de 5% a servidor, gasto com pessoal sobe a 3,58% do PIB, diz Colnago



20/05/2022 | 17:51


O secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, afirmou nesta sexta-feira que a despesa com pessoal em 2022 corresponderá a 3,58% do Produto Interno Bruto (PIB), se o governo conceder reajuste de 5% para os servidores públicos federais.

Essa conta considera um aumento de gastos de R$ 8 bilhões, dos quais R$ 1,7 bilhão já previstos no orçamento e outros R$ 6,3 bilhões necessários para bancar o aumento salarial.

Caso o governo use apenas os R$ 1,7 bilhão para concessão de reajuste, a despesa com pessoal chega a 3,52%.

O secretário especial afirmou que a concessão de reajustes salariais para servidores públicos depende de aprovação de projetos de lei no Congresso Nacional até o fim de junho. Segundo ele, o aumento linear de 5% para servidores dos três Poderes, com custo de R$ 8 bilhões, deve ser enviado ao Congresso por meio de um projeto de lei e não por meio de Medida Provisória (MP).

"Precisamos ter toda a questão de servidor sancionada até o fim de junho. O aumento linear de 5%, no nosso entendimento, não cabe por de MP, só por projeto de lei. Podemos precisar, eventualmente, de um PLN alterando anexo V da LOA", disse Colnago.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;