Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Home office: 5 formas de proteger os dados da sua família

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

02/12/2021 | 15:55


*Por Rogério Moraes, CEO e sócio-fundador da EsyWorld, especializada em soluções para segurança e gerenciamento de risco em Tecnologia da Informação

Se engana quem pensa que apenas as grandes empresas podem ser vítimas de vazamento de dados. Com a popularização da internet, a cada dia aumenta o número de pessoas que sofrem com esse problema. A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) aponta que seis em cada dez brasileiros já tiveram informações vazadas.

Qualquer vazamento de dados, no entanto, pode desencadear outras atividades maliciosas, como o roubo de senhas bancárias e a realização de transações comerciais. Isso sem contar que, muitas vezes, os ataques acontecem quando os usuários utilizam suas redes domésticas, para estudar ou trabalhar.

Para ajudar na prevenção contra esse tipo de problema, confira cinco dicas para evitar o vazamento de dados de toda a família que estuda e trabalha em casa.

Leia mais:
Teve seus dados sequestrados? No More Ransom pode te ajudar a recuperá-los gratuitamente
Site mostra se seus dados já foram vazados por hackers

1. Estimule seus filhos a buscar informações sobre os perigos dos ataques virtuais mais comuns, para que entendam os tipos de golpes existentes e se conscientizem sobre o uso seguro do computador.

2. Mantenha o sistema operacional do computador atualizado, principalmente com os últimos patches de segurança. Também mantenha os aplicativos principais, ou seja, os mais utilizados, na última versão.

3. Habilite recursos de segurança do computador, como antivírus e firewall, e configure-os para estarem atualizados em suas bases de conhecimentos de ataque. Também é importante ajustar alguns recursos de segurança do roteador de internet de casa. Uma senha de Wi-Fi forte já é um bom começo.

4. Sempre que acessar um site, verifique se é seguro. Normalmente, há o símbolo de um cadeado próximo a URL inicial, mostrando que a página está rodando com protocolo de segurança https.

5. Troque a senha padrão de fábrica dos roteadores, pois ela facilita o roubo de informações. Além disso, em caso de dúvidas, não clique em URLs suspeitas e não abra arquivos suspeitos. Lembre-se: os principais ataques ocorrem a partir de uma interação com o usuário.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;