Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Thiago Auricchio defende federal de S.Caetano e exalta ‘soberania’ local

André Henriques / DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Deputado estadual vê como saudável cidade ter postulante à Câmara e alfineta plano de Morando


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

04/08/2021 | 01:01


O deputado estadual Thiago Auricchio (PL) avaliou que seria salutar para São Caetano ter um candidato a deputado federal na eleição do ano que vem e pontuou que o município tem “soberania” sobre “qualquer força externa”, em clara referência à recente tentativa do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), de palpitar no futuro político são-caetanense.

Em visita ao Diário, Thiago elogiou o debate travado pelo vereador Marcel Munhoz (Cidadania), que sustenta que o grupo auricchista precisa ter um candidato a federal, em recado ao deputado federal Alex Manente (Cidadania), apontado nos bastidores como fiador do plano costurado por Morando para unir o prefeito Tite Campanella (Cidadania) e o ex-prefeiturável Fabio Palacio (PSD), escanteando o ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) caso haja nova eleição no município – o plano foi revelado com exclusividade pelo Diário.

“É importante para a cidade ter um candidato, assim como em 2018 teve o Daniel Córdoba. É saudável”, comentou Thiago. Em 2018, Córdoba (PSDB, hoje vereador) se lançou à Câmara, mas o Palácio da Cerâmica, governado por Auricchio, jogou peso a favor da candidatura à reeleição de Alex – na cidade, Córdoba recebeu 2.019 votos; Alex, 6.716.

Thiago classificou como “erro de percurso” a participação de Alex no estratagema eleitoral arquitetado por Morando e ressaltou que sua relação com o deputado federal extrapola os limites políticos. “Erros de percurso acontecem. Alex é grande amigo, tenho grande trabalho com ele, não só na região. A amizade tem de prevalecer neste momento.”

No âmbito do avanço de São Bernardo sobre São Caetano, Thiago sustentou que o município “é muito grande” e que tem “soberania a qualquer força externa”. “(A articulação de Morando) Pegou todo mundo de surpresa em São Caetano.”

A despeito dos tremores na relação com Alex, de quem foi assessor e com quem construiu a principal dobrada em 2018, Thiago mostrou confiança na reeleição do ano que vem. Listou que manteve parceria com a maioria dos agentes políticos do Grande ABC e que conseguiu consolidar sua presença no Interior, buscando intermediar as demandas.

Sobre a instabilidade política em São Caetano – já que seu pai ainda aguarda recurso do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para saber se vai para o quarto mandato ou assistirá a uma nova eleição –, o parlamentar estadual disse não acreditar em um outro processo eleitoral. Porém, voltou a dizer que se o pior cenário ao grupo auricchista se concretizar e se o bloco entender que ele deve ser o prefeiturável, está pronto para a missão. “O Tite tem sido grande parceiro, faz um governo de continuidade, mas é algo que costumo sempre dizer. Temos de esperar o melhor, mas estar preparados para o pior.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;