Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Líder do governo Claudinho deixa posto no Legislativo

Elias Policial reclama de falta de diálogo com interlocutores do Paço: ‘Não existe sintonia’


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

22/06/2021 | 00:20


O vereador Elias Policial (Podemos), de Rio Grande da Serra, deixou o posto de líder do governo do prefeito Claudinho da Geladeira (Podemos) na Câmara. Ele reclamou da falta de diálogo entre o Executivo e o Legislativo. “Falta muita conversa. E se for para ser assim, acho melhor essa função ficar vaga.”

Elias protocolou o desligamento da atribuição junto à Secretaria de Governo. Embora não tenha mencionado oficialmente, ficou claro que o questionamento é com relação à atuação do secretário de Governo, Pedro Wilson Estanqueira, o Bacalhau (Avante), e o secretário executivo de governo, Edvaldo Guerra (Podemos) – os dois foram vereadores.

“Vejo que o posto de líder de governo é trabalhar junto à Secretaria de Governo e com outros cargos para afinar a sintonia entre o Executivo e o Legislativo. Quando não tem sintonia para que essa mensagem seja passada da forma correta, em plena harmonia e transparência, o trabalho de líder de governo não se faz necessário. Há falta de diálogo, de transparência, debate”, criticou.

“Enquanto não tiver essa conversa, de fato, vejo que o posto de líder de governo é figurativo. Para ser figurativo, eu acho melhor o posto ficar vago. Ter por ter (a função de líder) talvez não seja o que a população precisa. Se você quer o diálogo entre os poderes, os poderes têm de se conversar. Quando tem líder do governo e não é chamado para conversar, talvez não seja necessário o posto”, emendou.

Elias avisou que não tem intenções de romper com o governo de Claudinho. Porém, alegou que deixou claro que a relação dele com o governo é sem toma lá, dá cá. “Sou do mesmo partido do prefeito, temos visões parecidas do que é o bom para a população. E o que for bom para a população, pode contar com meu voto. Sempre deixei claro ao prefeito que, mesmo líder de governo, eu trabalharia em prol da população. Não sou vereador de trazer dificuldades para colher facilidades. Não quero o pior da cidade. Não tenho cargo político na gestão. Não quero cargo.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;