Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Diadema indica reajuste zero em 2021, mas propõe novo piso salarial

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

21/06/2021 | 00:34


O governo do prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior (PT), sinalizou que não deverá conceder reajuste ao funcionalismo neste ano, como quer o Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos). A gestão encaminha proposta em que volta a justificar impedimento jurídico para conceder aumento em 2021, mas acena para atender outras reivindicações e aceita antecipar as negociações para a campanha salarial de 2022.

O Diário apurou que o governo voltou a sentar com a direção do Sindema na semana passada e antecipou que não pretende peitar a lei federal, aprovada no ano passado devido à pandemia, que impede a conceção de reajuste ao funcionalismo. Por outro lado, propôs antecipar as negociações visando a campanha salarial do ano que vem e se comprometeu a, já neste ano, atender a uma das pautas do Sindema: reajuste da referência salarial 1, piso mais baixo do funcionalismo diademense recebido por agentes de cozinha, atualmente fixado em R$ 1.106,15.

A categoria reivindica reajuste salarial na ordem de 14%, referente à correção da inflação de 2019 para cá, período em que os servidores ficaram sem reajuste. Apesar das negativas, os funcionários têm rejeitado paralisações. A categoria volta a se reunir em assembleia na sexta-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;