Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Sugar Daddy: veja o perfil de homens que estão atrás de Sugar Babies no Brasil

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

12/04/2021 | 08:18


A plataforma de relacionamentos sugar MeuPatrocínio tem mais de 3 milhões de usuários cadastrados – no Brasil, são 330 mil homens (chamados de Sugar Daddy). Eles procuram, em sua maioria, mulheres jovens e atraentes (chamadas de Sugar Babies) para uma relação com objetivos claros e expectativas alinhadas desde o início.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Para cada Daddy, há cerca de seis Babies disponíveis. Concentrados principalmente nos estados de São Paulo (29%), Rio de Janeiro (13%), Minas Gerais (10%), Paraná (7%) e Rio Grande do Sul (6%), os Daddies, em termos nacionais, estão na faixa dos 43 anos, com uma renda mensal de R$ 105 mil e patrimônio médio de R$ 7,7 milhões.

LEIA MAIS: 40 perguntas divertidas para fazer à Alexa
Testamos: caixa Echo Dot agrada por Alexa, qualidade sonora e muita bobiça

O perfil é composto por empresários (38%), profissionais liberais (37%) – advogados, arquitetos, médicos, engenheiros, administradores e consultores –, e diretores de empresas (20%). Eles estão dispostos a ser os “provedores da relação”, oferecendo apoio financeiro, de carreira e, claro, emocional às suas escolhidas. As Sugar Babies, por sua vez, em sua maioria estudantes universitárias (76%), têm entre 24 e 28 anos. O preço da assinatura do serviço, para homens, é de até R$ 1.000.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sugar Daddy: veja o perfil de homens que estão atrás de Sugar Babies no Brasil

Da Redação
Do 33Giga

12/04/2021 | 08:18


A plataforma de relacionamentos sugar MeuPatrocínio tem mais de 3 milhões de usuários cadastrados – no Brasil, são 330 mil homens (chamados de Sugar Daddy). Eles procuram, em sua maioria, mulheres jovens e atraentes (chamadas de Sugar Babies) para uma relação com objetivos claros e expectativas alinhadas desde o início.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Para cada Daddy, há cerca de seis Babies disponíveis. Concentrados principalmente nos estados de São Paulo (29%), Rio de Janeiro (13%), Minas Gerais (10%), Paraná (7%) e Rio Grande do Sul (6%), os Daddies, em termos nacionais, estão na faixa dos 43 anos, com uma renda mensal de R$ 105 mil e patrimônio médio de R$ 7,7 milhões.

LEIA MAIS: 40 perguntas divertidas para fazer à Alexa
Testamos: caixa Echo Dot agrada por Alexa, qualidade sonora e muita bobiça

O perfil é composto por empresários (38%), profissionais liberais (37%) – advogados, arquitetos, médicos, engenheiros, administradores e consultores –, e diretores de empresas (20%). Eles estão dispostos a ser os “provedores da relação”, oferecendo apoio financeiro, de carreira e, claro, emocional às suas escolhidas. As Sugar Babies, por sua vez, em sua maioria estudantes universitárias (76%), têm entre 24 e 28 anos. O preço da assinatura do serviço, para homens, é de até R$ 1.000.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;