Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas da Ásia fecham em baixa, com temor sobre inflação



08/03/2021 | 07:11


As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta segunda-feira, 8, à medida que preocupações sobre inflação predominaram sobre sinais de recuperação econômica nos EUA e China e o avanço na tramitação de um pacote fiscal trilionário no Congresso americano.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,42% em Tóquio hoje, a 28.743,25 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 1,92% em Hong Kong, a 28.540,83 pontos, o sul-coreano Kospi se desvalorizou 1% em Seul, a 2.996,11 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,22% em Taiwan, a 15.820,11 pontos.

Na China continental, as perdas foram mais expressivas: o Xangai Composto teve queda de 2,30%, a 3.421,41 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto sofreu um tombo de 3,24%, a 2.224,08 pontos.

Pesaram nos negócios asiáticos desta segunda temores de que a inflação se acelere e force bancos centrais a reverter medidas de estímulo monetário tomadas para combater os efeitos da pandemia de covid-19.

O receio de que a inflação ganhe força vem em meio à tendência de alta dos juros dos Treasuries, assim como dos preços do petróleo, e após os últimos números do mercado de trabalho dos EUA e da balança comercial chinesa. Em fevereiro, os EUA criaram 379 mil empregos, bem mais do que o previsto. Já as exportações da China deram um salto anual de 60,6% no primeiro bimestre, superando de longe a projeção de alta de 40%.

Além disso, o governo dos EUA conseguiu aprovar sua proposta fiscal de US$ 1,9 trilhão no Senado americano no fim de semana. Ainda que positiva, a notícia ajuda a reforçar preocupações com a inflação.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, mas reduziu a maior parte dos ganhos de mais cedo diante do mau humor na Ásia. O S&P/ASX 200 avançou 0,43% em Sydney, a 6.739,60 pontos, depois de chegar a subir 1,7% em seu melhor momento. (Com informações da Dow Jones Newswires).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsas da Ásia fecham em baixa, com temor sobre inflação


08/03/2021 | 07:11


As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta segunda-feira, 8, à medida que preocupações sobre inflação predominaram sobre sinais de recuperação econômica nos EUA e China e o avanço na tramitação de um pacote fiscal trilionário no Congresso americano.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,42% em Tóquio hoje, a 28.743,25 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 1,92% em Hong Kong, a 28.540,83 pontos, o sul-coreano Kospi se desvalorizou 1% em Seul, a 2.996,11 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,22% em Taiwan, a 15.820,11 pontos.

Na China continental, as perdas foram mais expressivas: o Xangai Composto teve queda de 2,30%, a 3.421,41 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto sofreu um tombo de 3,24%, a 2.224,08 pontos.

Pesaram nos negócios asiáticos desta segunda temores de que a inflação se acelere e force bancos centrais a reverter medidas de estímulo monetário tomadas para combater os efeitos da pandemia de covid-19.

O receio de que a inflação ganhe força vem em meio à tendência de alta dos juros dos Treasuries, assim como dos preços do petróleo, e após os últimos números do mercado de trabalho dos EUA e da balança comercial chinesa. Em fevereiro, os EUA criaram 379 mil empregos, bem mais do que o previsto. Já as exportações da China deram um salto anual de 60,6% no primeiro bimestre, superando de longe a projeção de alta de 40%.

Além disso, o governo dos EUA conseguiu aprovar sua proposta fiscal de US$ 1,9 trilhão no Senado americano no fim de semana. Ainda que positiva, a notícia ajuda a reforçar preocupações com a inflação.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, mas reduziu a maior parte dos ganhos de mais cedo diante do mau humor na Ásia. O S&P/ASX 200 avançou 0,43% em Sydney, a 6.739,60 pontos, depois de chegar a subir 1,7% em seu melhor momento. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;