Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

FHC diz que, na pandemia, faltou o governo federal dar um caminho, um rumo

Wilson Dias/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


05/12/2020 | 13:22


Defendendo a complementaridade do papel do poder público e privado em um país, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso destacou que a função do Estado é dar um rumo para a sociedade quando necessário. O ex-presidente citou o exemplo da pandemia de covid-19 e criticou rapidamente a postura do governo federal diante da crise.

"Na pandemia, ficou claro que as pessoas querem regra, querem saber o que pode e o que não pode. E cobra do Estado que o Estado não está sendo mais exigente. Muda o ministro da Saúde toda hora. Não pode. Falta um caminho, falta um rumo. Em que nós vamos nos apoiar, o que é certo ou errado nessa questão? A preeminência do setor público nesses momentos dramáticos acontece", disse, no 3º Encontro Nacional de Liderança e Gestão Pública do CLP - Liderança Pública, que ocorre neste sábado (5) de forma virtual.

FHC também defendeu privatizações, agenda que foi significativa em seu governo. "Por que não permitir ao setor privado participar do produto nacional se houver regras? O Estado precisa socializar as oportunidades, não quer dizer monopolizar."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FHC diz que, na pandemia, faltou o governo federal dar um caminho, um rumo


05/12/2020 | 13:22


Defendendo a complementaridade do papel do poder público e privado em um país, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso destacou que a função do Estado é dar um rumo para a sociedade quando necessário. O ex-presidente citou o exemplo da pandemia de covid-19 e criticou rapidamente a postura do governo federal diante da crise.

"Na pandemia, ficou claro que as pessoas querem regra, querem saber o que pode e o que não pode. E cobra do Estado que o Estado não está sendo mais exigente. Muda o ministro da Saúde toda hora. Não pode. Falta um caminho, falta um rumo. Em que nós vamos nos apoiar, o que é certo ou errado nessa questão? A preeminência do setor público nesses momentos dramáticos acontece", disse, no 3º Encontro Nacional de Liderança e Gestão Pública do CLP - Liderança Pública, que ocorre neste sábado (5) de forma virtual.

FHC também defendeu privatizações, agenda que foi significativa em seu governo. "Por que não permitir ao setor privado participar do produto nacional se houver regras? O Estado precisa socializar as oportunidades, não quer dizer monopolizar."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;