Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Julinho diz que será candidato a deputado e busca apoio do Paço

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/12/2020 | 00:47


Reeleito com 6.954 votos, o vereador Julinho Fuzari (DEM), de São Bernardo, avisou que será candidato a deputado em 2022 e buscará apoio do prefeito Orlando Morando (PSDB) na empreitada.

Julinho vê o copo meio cheio sobre a campanha de 2020. A despeito de ter perdido 298 votos na comparação com o pleito de 2016, quando foi o segundo mais bem votado da cidade e atingiu 7.252 adesões, o democrata exaltou o que chama de “manutenção na casa dos 7.000 votos”.

“Foi uma eleição diferente por causa da pandemia. Eu sou político que gosto do corpo a corpo e não me senti à vontade de conduzir grandes reuniões, de ir para a rua ter esse contato com o eleitor. Também houve 50% a mais de candidatos a vereador. Fui o quarto mais votado da região. Mostra que o eleitor sabe que temos luz própria”, discorreu ele, que admitiu “estranhamento” de seu eleitorado por apoiar Morando – Julinho passou três anos do mandato vigente com críticas ao prefeito. “Houve entendimento depois. O eleitor soube entender que a eleição estava polarizada. E soube entender que eu não deixaria o PT voltar a governar.”

Sobre o futuro, comentou que já tratou com Morando acerca do pleito de 2022. “Fui para o DEM porque é o partido que tem o tamanho dos meus sonhos. Vem crescendo a cada eleição. Quando recebi o convite do vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), deixei claro que queria seguir voos maiores. E quero ser candidato a deputado. Não sei ainda para onde. São raias que me agradam”, disse Julinho, ao citar concorrência à Câmara Federal ou à Assembleia Legislativa.

Como aliado de Morando, ele sabe que uma das prioridades do governo tucano é reeleger a primeira-dama Carla Morando (PSDB) como deputada estadual. “Quero apoio do prefeito para ser deputado, mas vejo que há campo (para percorrer). Também vou fazer uma discussão regional com o DEM. Falando para todos que esta foi minha última eleição para vereador.”

Questionado se aceitaria algum convite para ser secretário, tergiversou. “Fui eleito para ser vereador.” E sobre a postura na casa, também minimizou o rótulo de governista. “Não trabalho com esses símbolos, de ser de sustentação ou oposição. O que falo é que o governo melhorou, tenho de reconhecer isso. E que o diálogo também melhorou. Continuarei apontando os erros. Pode não ser publicamente, porque agora tenho canal direto para isso.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Julinho diz que será candidato a deputado e busca apoio do Paço

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/12/2020 | 00:47


Reeleito com 6.954 votos, o vereador Julinho Fuzari (DEM), de São Bernardo, avisou que será candidato a deputado em 2022 e buscará apoio do prefeito Orlando Morando (PSDB) na empreitada.

Julinho vê o copo meio cheio sobre a campanha de 2020. A despeito de ter perdido 298 votos na comparação com o pleito de 2016, quando foi o segundo mais bem votado da cidade e atingiu 7.252 adesões, o democrata exaltou o que chama de “manutenção na casa dos 7.000 votos”.

“Foi uma eleição diferente por causa da pandemia. Eu sou político que gosto do corpo a corpo e não me senti à vontade de conduzir grandes reuniões, de ir para a rua ter esse contato com o eleitor. Também houve 50% a mais de candidatos a vereador. Fui o quarto mais votado da região. Mostra que o eleitor sabe que temos luz própria”, discorreu ele, que admitiu “estranhamento” de seu eleitorado por apoiar Morando – Julinho passou três anos do mandato vigente com críticas ao prefeito. “Houve entendimento depois. O eleitor soube entender que a eleição estava polarizada. E soube entender que eu não deixaria o PT voltar a governar.”

Sobre o futuro, comentou que já tratou com Morando acerca do pleito de 2022. “Fui para o DEM porque é o partido que tem o tamanho dos meus sonhos. Vem crescendo a cada eleição. Quando recebi o convite do vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), deixei claro que queria seguir voos maiores. E quero ser candidato a deputado. Não sei ainda para onde. São raias que me agradam”, disse Julinho, ao citar concorrência à Câmara Federal ou à Assembleia Legislativa.

Como aliado de Morando, ele sabe que uma das prioridades do governo tucano é reeleger a primeira-dama Carla Morando (PSDB) como deputada estadual. “Quero apoio do prefeito para ser deputado, mas vejo que há campo (para percorrer). Também vou fazer uma discussão regional com o DEM. Falando para todos que esta foi minha última eleição para vereador.”

Questionado se aceitaria algum convite para ser secretário, tergiversou. “Fui eleito para ser vereador.” E sobre a postura na casa, também minimizou o rótulo de governista. “Não trabalho com esses símbolos, de ser de sustentação ou oposição. O que falo é que o governo melhorou, tenho de reconhecer isso. E que o diálogo também melhorou. Continuarei apontando os erros. Pode não ser publicamente, porque agora tenho canal direto para isso.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;