Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Resíduos eletrônicos entregues em Sto.André ajudam instituição beneficente

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Posto da Enel Distribuição São Paulo recebe material; entrega também pode se reverter em descontos na conta de luz


Da Redação

01/11/2020 | 16:32


A Enel Distribuição São Paulo, empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no Grande ABC, vai converter a entrega de eletrônicos que foram danificados devido à perturbações na rede elétrica em descontos na conta de luz da Sociedade Benfeitora Jaguaré, entidade da Zona Oeste da capital paulista que beneficia 1.300 crianças e adolescentes. A iniciativa tem como objetivo estimular os consumidores a usarem o novo serviço de retirada de equipamentos avariados.

Cada quilo de lixo eletrônico recolhido e descartado pela concessionária no ecoponto, localizado na Rua Giovanni Battista Pirelli, nº 1221, dentro do Assaí Atacadista, em Santo André, exclusivo para a reciclagem de materiais eletrônicos, será convertido em bônus na fatura de energia da instituição, que oferece programas socioeducativos e capacitação ao mercado de trabalho. A iniciativa da distribuidora integra o programa Ecoenel, que oferece créditos na conta de luz dos consumidores em troca de materiais recicláveis.

Anualmente, cerca de 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico são gerados no Brasil, dos quais apenas 3% são coletados para reciclagem ou descarte adequado, segundo o estudo Global E-Waste Monitor, realizado pela ONU (Organização das Nações Unidas). Com o compromisso de promover a conscientização da população, apoiar a economia circular e reduzir a poluição causada pelos processos de incineração, a Enel Distribuição São Paulo disponibiliza dez postos de coleta do Ecoenel para a população, nos municípios de Santo André, Barueri, Diadema e Capital paulista.

O ecoponto de Santo André é o primeiro da empresa a receber resíduos eletrônicos. A unidade foi reaberta em setembro deste ano e está seguindo os protocolos de higiene e segurança para a Covid-19, como o uso de máscara, luvas e álcool em gel pelos colaboradores, e compartilhamento das orientações sobre o distanciamento mínimo. O local funciona de terça-feira a sábado, das 10h às 13h e das 14h às 17h.

Com a reabertura do local, a concessionária está implementando um novo procedimento para o destino de produtos danificados por perturbações na rede elétrica da Enel. Os clientes que tiverem direito ao ressarcimento por danos elétricos contarão com o serviço de retirada dos equipamentos eletroeletrônicos em suas unidades consumidoras por meio de uma equipe da distribuidora, com agendamento prévio de data e período.

O objetivo da medida é evitar o repasse ou revenda dos produtos avariados, além de promover o descarte correto dos eletroeletrônicos pela população. Os materiais recolhidos pela distribuidora são os que irão gerar os créditos usados para abater o valor da conta de luz da Sociedade Benfeitora Jaguaré.

Segundo a gerente de sustentabilidade da Enel Distribuição São Paulo, Solange Mello, a empresa realiza a triagem e limpeza dos equipamentos e encaminha os materiais recebidos para as indústrias de beneficiamento. O processo ainda conta com a participação das cooperativas de reciclagem. “Incentivamos o consumo consciente e acreditamos que nada se perde, tudo se transforma. Com esse novo procedimento, pretendemos evitar que os equipamentos danificados sejam reutilizados, o que pode causar problemas para os consumidores, além de apoiarmos um programa social que ajuda crianças e jovens em situação de vulnerabilidade”, complementa.

O ecoponto em Santo André recebe mais de 160 tipos de materiais eletrônicos, tais como aparelhos celulares, televisores, liquidificador, chuveiro, entre outros. Qualquer cliente da distribuidora que deseja descartar esses equipamentos, avariados ou não, pode levá-los até o local, se cadastrar e receber o bônus em sua conta de energia.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Resíduos eletrônicos entregues em Sto.André ajudam instituição beneficente

Posto da Enel Distribuição São Paulo recebe material; entrega também pode se reverter em descontos na conta de luz

Da Redação

01/11/2020 | 16:32


A Enel Distribuição São Paulo, empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no Grande ABC, vai converter a entrega de eletrônicos que foram danificados devido à perturbações na rede elétrica em descontos na conta de luz da Sociedade Benfeitora Jaguaré, entidade da Zona Oeste da capital paulista que beneficia 1.300 crianças e adolescentes. A iniciativa tem como objetivo estimular os consumidores a usarem o novo serviço de retirada de equipamentos avariados.

Cada quilo de lixo eletrônico recolhido e descartado pela concessionária no ecoponto, localizado na Rua Giovanni Battista Pirelli, nº 1221, dentro do Assaí Atacadista, em Santo André, exclusivo para a reciclagem de materiais eletrônicos, será convertido em bônus na fatura de energia da instituição, que oferece programas socioeducativos e capacitação ao mercado de trabalho. A iniciativa da distribuidora integra o programa Ecoenel, que oferece créditos na conta de luz dos consumidores em troca de materiais recicláveis.

Anualmente, cerca de 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico são gerados no Brasil, dos quais apenas 3% são coletados para reciclagem ou descarte adequado, segundo o estudo Global E-Waste Monitor, realizado pela ONU (Organização das Nações Unidas). Com o compromisso de promover a conscientização da população, apoiar a economia circular e reduzir a poluição causada pelos processos de incineração, a Enel Distribuição São Paulo disponibiliza dez postos de coleta do Ecoenel para a população, nos municípios de Santo André, Barueri, Diadema e Capital paulista.

O ecoponto de Santo André é o primeiro da empresa a receber resíduos eletrônicos. A unidade foi reaberta em setembro deste ano e está seguindo os protocolos de higiene e segurança para a Covid-19, como o uso de máscara, luvas e álcool em gel pelos colaboradores, e compartilhamento das orientações sobre o distanciamento mínimo. O local funciona de terça-feira a sábado, das 10h às 13h e das 14h às 17h.

Com a reabertura do local, a concessionária está implementando um novo procedimento para o destino de produtos danificados por perturbações na rede elétrica da Enel. Os clientes que tiverem direito ao ressarcimento por danos elétricos contarão com o serviço de retirada dos equipamentos eletroeletrônicos em suas unidades consumidoras por meio de uma equipe da distribuidora, com agendamento prévio de data e período.

O objetivo da medida é evitar o repasse ou revenda dos produtos avariados, além de promover o descarte correto dos eletroeletrônicos pela população. Os materiais recolhidos pela distribuidora são os que irão gerar os créditos usados para abater o valor da conta de luz da Sociedade Benfeitora Jaguaré.

Segundo a gerente de sustentabilidade da Enel Distribuição São Paulo, Solange Mello, a empresa realiza a triagem e limpeza dos equipamentos e encaminha os materiais recebidos para as indústrias de beneficiamento. O processo ainda conta com a participação das cooperativas de reciclagem. “Incentivamos o consumo consciente e acreditamos que nada se perde, tudo se transforma. Com esse novo procedimento, pretendemos evitar que os equipamentos danificados sejam reutilizados, o que pode causar problemas para os consumidores, além de apoiarmos um programa social que ajuda crianças e jovens em situação de vulnerabilidade”, complementa.

O ecoponto em Santo André recebe mais de 160 tipos de materiais eletrônicos, tais como aparelhos celulares, televisores, liquidificador, chuveiro, entre outros. Qualquer cliente da distribuidora que deseja descartar esses equipamentos, avariados ou não, pode levá-los até o local, se cadastrar e receber o bônus em sua conta de energia.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;