Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fendt: Queremos submeter acordo Mercosul/UE a parlamentos no 1º semestre de 2021



29/09/2020 | 19:41


O secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Roberto Fendt, disse nesta terça-feira, 29, acreditar que o componente comercial do acordo entre o Mercosul e a União Europeia pode ser votado pelos parlamentos de todos os países envolvidos já no primeiro semestre de 2021.

"Estou muito confiante que parte comercial de acordo Mercosul-EU será rapidamente ratificada. Queremos submeter o componente comercial aos parlamentos daqui e de lá no primeiro semestre de 2021. Se acordo não fosse benéfico para os europeus, ele não teriam assinado", afirmou, na videoconferência "Os Grandes Desafios do Comércio Exterior Brasileiro", organizada pelo Instituto Besc de Humanidades e Economia.

Já os componentes ambientais do acordo entre os dois blocos econômicos, admitiu o secretário, podem ter mais resistências. "Cuidar do meio ambiente é uma questão do nosso interesse. Se tirar a floresta amazônica, muda-se regime de chuvas em todo o País e isso não nos interessa. Mas também não podemos levar lição de moral de países que destruíram suas florestas e mataram índios. Sabemos que interesses protecionistas em todo o mundo usam meio ambiente contra acordos (comerciais)", completou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fendt: Queremos submeter acordo Mercosul/UE a parlamentos no 1º semestre de 2021


29/09/2020 | 19:41


O secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Roberto Fendt, disse nesta terça-feira, 29, acreditar que o componente comercial do acordo entre o Mercosul e a União Europeia pode ser votado pelos parlamentos de todos os países envolvidos já no primeiro semestre de 2021.

"Estou muito confiante que parte comercial de acordo Mercosul-EU será rapidamente ratificada. Queremos submeter o componente comercial aos parlamentos daqui e de lá no primeiro semestre de 2021. Se acordo não fosse benéfico para os europeus, ele não teriam assinado", afirmou, na videoconferência "Os Grandes Desafios do Comércio Exterior Brasileiro", organizada pelo Instituto Besc de Humanidades e Economia.

Já os componentes ambientais do acordo entre os dois blocos econômicos, admitiu o secretário, podem ter mais resistências. "Cuidar do meio ambiente é uma questão do nosso interesse. Se tirar a floresta amazônica, muda-se regime de chuvas em todo o País e isso não nos interessa. Mas também não podemos levar lição de moral de países que destruíram suas florestas e mataram índios. Sabemos que interesses protecionistas em todo o mundo usam meio ambiente contra acordos (comerciais)", completou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;