Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

'Desde o começo dessa tal de pandemia, apanhei muito', diz Bolsonaro

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/09/2020 | 15:21


Após o Brasil passar de 120 mil mortes por covid-19, o presidente Jair Bolsonaro voltou nesta quarta-feira (2) a minimizar os efeitos da doença, ao reafirmar que "um cara bem preparado" não tem com o que se preocupar em relação a essa "tal de pandemia". Bolsonaro, que contraiu o novo coronavírus em julho, usou o próprio exemplo para tentar embasar o argumento. Em evento fechado no Palácio do Planalto, ele também voltou a comparar a enfermidade a uma "chuva".

"Quando se fala também nessa tal de pandemia, que desde o início eu apanhei muito... Eu falava ''quem tem um bom preparo, está bem de saúde, não tem com o que se preocupar, pô''. É igual a uma chuva, pô. Se o cara está com um problema qualquer, chuvinha vira uma pneumonia e pode ter problema", disse, em evento para receber o Discóbolo de Ouro, símbolo da Educação Física que é a mais alta honraria entregue pelos Conselhos Regionais de Educação Física (Crefs). "Se o cara está bem preparado, é o meu caso, apesar dos 65 anos, vocês vão chegar lá ainda, não adianta ficar rindo", afirmou, em tom de brincadeira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Desde o começo dessa tal de pandemia, apanhei muito', diz Bolsonaro


02/09/2020 | 15:21


Após o Brasil passar de 120 mil mortes por covid-19, o presidente Jair Bolsonaro voltou nesta quarta-feira (2) a minimizar os efeitos da doença, ao reafirmar que "um cara bem preparado" não tem com o que se preocupar em relação a essa "tal de pandemia". Bolsonaro, que contraiu o novo coronavírus em julho, usou o próprio exemplo para tentar embasar o argumento. Em evento fechado no Palácio do Planalto, ele também voltou a comparar a enfermidade a uma "chuva".

"Quando se fala também nessa tal de pandemia, que desde o início eu apanhei muito... Eu falava ''quem tem um bom preparo, está bem de saúde, não tem com o que se preocupar, pô''. É igual a uma chuva, pô. Se o cara está com um problema qualquer, chuvinha vira uma pneumonia e pode ter problema", disse, em evento para receber o Discóbolo de Ouro, símbolo da Educação Física que é a mais alta honraria entregue pelos Conselhos Regionais de Educação Física (Crefs). "Se o cara está bem preparado, é o meu caso, apesar dos 65 anos, vocês vão chegar lá ainda, não adianta ficar rindo", afirmou, em tom de brincadeira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;