Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Metrô confirma vencedor da 1ª licitação da Linha 20, que parte da região

Bruno Soares/Creative Commons/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

GPO-Geocompany-Geotec oferece melhor proposta para executar etapas prévias; ramal irá de Sto.André até a Lapa


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

01/09/2020 | 10:30


O Metrô confirmou que o consórcio GPO-Geocompany-Geotec venceu a licitação para executar o serviço de anteprojeto de engenharia e projeto funcional, além de estudo impacto ambiental, da Linha 20-Rosa, que ligaria o Grande ABC à malha metroviária da Capital até o bairro da Lapa. É o primeiro contrato encaminhado do traçado.

A companhia divulgou ontem o resultado de avaliação da documentação apresentada pelo grupo, que em julho já havia oficializado a proposta mais vantajosa, no valor de R$ 5,31 milhões, para tocar o trabalho que antecede os projetos funcional e executivo, que balizam a obra.

Formado pelas empresa GPO Sistran Engenharia, Geocompany Tecnologia Engenharia e Meio Ambiente e Geotec Consultoria Ambiental, o consórcio aguarda prazos para apresentação de recursos da concorrente antes de assinar o contrato. Só a partir desse passo é que o serviço terá início efetivo, que precisa ser entregue em 32 meses.

A Linha 20-Rosa foi alternativa apresentada pelo governo de João Doria (PSDB) ao enterrar a Linha 18-Bronze do Metrô, via monotrilho, que tinha contrato assinado com o Consórcio Vem ABC desde 2014, mas que não saiu do papel. A obra englobou pacote que envolveu a construção de um BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade) no traçado original da Linha 18, modernização dos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e retomada dos estudos da Estação Pirelli, da Linha 10-Turquesa da CPTM.

Inicialmente o traçado da Linha 20-Rosa – que chegou a ser pensada nos anos 2010, mas engavetada por falta de viabilidade financeira – partiria de São Bernardo, no bairro Rudge Ramos, e seguiria até o bairro da Lapa, Zona Oeste da Capital. Porém, o Metrô incluiu estações em Santo André, cidade de origem do ramal, se for concretizado. Serão cerca de 31 quilômetros de extensão e 24 estações, que fariam conexão com outras dez linhas de Metrô e da CPTM, entre elas, a 10-Turquesa e o próprio BRT ABC. Na região, seriam seis paradas – três em Santo André e outras três em São Bernardo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Metrô confirma vencedor da 1ª licitação da Linha 20, que parte da região

GPO-Geocompany-Geotec oferece melhor proposta para executar etapas prévias; ramal irá de Sto.André até a Lapa

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

01/09/2020 | 10:30


O Metrô confirmou que o consórcio GPO-Geocompany-Geotec venceu a licitação para executar o serviço de anteprojeto de engenharia e projeto funcional, além de estudo impacto ambiental, da Linha 20-Rosa, que ligaria o Grande ABC à malha metroviária da Capital até o bairro da Lapa. É o primeiro contrato encaminhado do traçado.

A companhia divulgou ontem o resultado de avaliação da documentação apresentada pelo grupo, que em julho já havia oficializado a proposta mais vantajosa, no valor de R$ 5,31 milhões, para tocar o trabalho que antecede os projetos funcional e executivo, que balizam a obra.

Formado pelas empresa GPO Sistran Engenharia, Geocompany Tecnologia Engenharia e Meio Ambiente e Geotec Consultoria Ambiental, o consórcio aguarda prazos para apresentação de recursos da concorrente antes de assinar o contrato. Só a partir desse passo é que o serviço terá início efetivo, que precisa ser entregue em 32 meses.

A Linha 20-Rosa foi alternativa apresentada pelo governo de João Doria (PSDB) ao enterrar a Linha 18-Bronze do Metrô, via monotrilho, que tinha contrato assinado com o Consórcio Vem ABC desde 2014, mas que não saiu do papel. A obra englobou pacote que envolveu a construção de um BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade) no traçado original da Linha 18, modernização dos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e retomada dos estudos da Estação Pirelli, da Linha 10-Turquesa da CPTM.

Inicialmente o traçado da Linha 20-Rosa – que chegou a ser pensada nos anos 2010, mas engavetada por falta de viabilidade financeira – partiria de São Bernardo, no bairro Rudge Ramos, e seguiria até o bairro da Lapa, Zona Oeste da Capital. Porém, o Metrô incluiu estações em Santo André, cidade de origem do ramal, se for concretizado. Serão cerca de 31 quilômetros de extensão e 24 estações, que fariam conexão com outras dez linhas de Metrô e da CPTM, entre elas, a 10-Turquesa e o próprio BRT ABC. Na região, seriam seis paradas – três em Santo André e outras três em São Bernardo.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;