Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Vídeo vazado mostra conversa de Emilly Araújo com médico e advogada

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


27/08/2020 | 14:10


Três anos após o fim do BBB17 surgiu na web o vídeo em que mostra a conversa que Emilly Araújo teve com uma advogada e um médico da Globo após supostamente ser agredida por Marcos Harter. Naquele dia, poucas horas depois dessa conversa, Marcos foi expulso do reality show. No registro, segundo informações do colunista Mauricio Stycer, Emilly mostra, a pedido do médico que ela já conhecia, uma marca na parte anterior do braço esquerdo:

- Lembra aquele roxo que eu te mostrei no meu braço? Foi o Marcos que fez. Agora já saiu, diz ela apontando para o local.

Depois, ela ainda acrescenta:

- Ainda tem um pouquinho aqui.

- Isso aqui foi uma pressão?, questiona o médico.

Enquanto a advogada fotografa o machucado, Emilly diz:

- É. Ele apertou.

- Foi um beliscão?, o médico pergunta e a vencedora do BBB confirma.

Uma quarta voz surge e questiona a participante de quando teria acontecido essa agressão:

- Foi na festa na piscina, retrô. Quando a gente estava deitado naquela coisa preta em cima da hidro. Ele apertou aqui e aqui anteontem [diz mostrando o punho do braço direito]. E ele apertou muito forte o meu pulso e não deixou marca. Só um pouquinho aqui. Mas doeu bastante na hora. Reclamei pra ele que tava doendo, que ele tava apertando muito forte o meu pulso.

O diálogo é o seguinte:

Médico: Houve alguma lesão na ocasião ou não? Você só sentiu dor?

Emilly: Só senti bastante dor. E foi isso que aconteceu.

Médico: Mais alguma coisa que você queira relatar?

Emilly: Às vezes, ele perde o controle.

Médico: Fisicamente?

Emilly: Não. Foi só isso.

Médico: Fisicamente, você tem esses dois pontos a declarar. Quer me informar mais alguma coisa?

Emilly: Naquele dia que a gente discutiu de manhã, eles (direção do programa) ficaram assustados porque quando eu fiquei falando pra ele (Marcos) que não queria falar com ele, ele me forçou a falar com ele. E quando a gente deitou no chão, ele bat... ele segurou meu rosto assim e, não ficou doendo, mas ele bateu minha cabeça assim, balançou minha cabeça. Eu assustei com aquilo e ele começou a chorar. Daí eu perdoei ele.

Essa discussão citada por Emilly aconteceu um dia antes, em que Marcos a encurralou na parede. Na ocasião, o apresentador Tiago Leifert informou ao público que a produção poderia intervir caso a participante reclamasse.

Antes de Emilly conversar com o médico, ela recebeu a visita de uma delegada da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá e da advogada que diz:

- Sou Raquel, advogada, represento a TV Globo. Por conta do seu último desentendimento com o Marcos, a Delegacia de Atendimento à Mulher sugeriu que nós viéssemos aqui falar com você e alertar, dizer a você que, enquanto mulher, você tem o direito, caso queira, a medidas protetivas de urgência. Se você se sentir ameaçada ou agredida, a partir de agora, você pode solicitar medidas protetivas contra o Marcos. Alguma coisa a dizer sobre isso, se quer ou não quer alguma medida a partir de agora?

E ela responde:

- Não. Inclusive isso é uma coisa que eu quero conversar com ele (Marcos) porque o que aconteceu foi grave. Eu prefiro às vezes fechar meus olhos para situações como essa. Mas quando eles (a direção do programa) me alertaram que eles estavam preocupados com as atitudes dele comigo, eu decidi ficar mais quieta, decidi, mesmo que eu ache que ele esteja errado, não falar, pra ele não agir mais daquela forma.

A advogada, então, interrompe Emilly e diz que ela tem o direito de pedir proteção:

- Se você decidir que não deseja que ele se aproxime de você, você tem esse direito enquanto se sentir ameaçada ou agredida. Você imediatamente informe, que as medidas serão tomadas em desfavor dele.

Horas depois, Tiago Leifert anunciou a expulsão de Marcos.

Sobre o caso, Marcos usou o Instagram para se pronunciar:

Engraçado que tinha 200 câmeras, mas NENHUMA mostrou ela apanhando.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vídeo vazado mostra conversa de Emilly Araújo com médico e advogada


27/08/2020 | 14:10


Três anos após o fim do BBB17 surgiu na web o vídeo em que mostra a conversa que Emilly Araújo teve com uma advogada e um médico da Globo após supostamente ser agredida por Marcos Harter. Naquele dia, poucas horas depois dessa conversa, Marcos foi expulso do reality show. No registro, segundo informações do colunista Mauricio Stycer, Emilly mostra, a pedido do médico que ela já conhecia, uma marca na parte anterior do braço esquerdo:

- Lembra aquele roxo que eu te mostrei no meu braço? Foi o Marcos que fez. Agora já saiu, diz ela apontando para o local.

Depois, ela ainda acrescenta:

- Ainda tem um pouquinho aqui.

- Isso aqui foi uma pressão?, questiona o médico.

Enquanto a advogada fotografa o machucado, Emilly diz:

- É. Ele apertou.

- Foi um beliscão?, o médico pergunta e a vencedora do BBB confirma.

Uma quarta voz surge e questiona a participante de quando teria acontecido essa agressão:

- Foi na festa na piscina, retrô. Quando a gente estava deitado naquela coisa preta em cima da hidro. Ele apertou aqui e aqui anteontem [diz mostrando o punho do braço direito]. E ele apertou muito forte o meu pulso e não deixou marca. Só um pouquinho aqui. Mas doeu bastante na hora. Reclamei pra ele que tava doendo, que ele tava apertando muito forte o meu pulso.

O diálogo é o seguinte:

Médico: Houve alguma lesão na ocasião ou não? Você só sentiu dor?

Emilly: Só senti bastante dor. E foi isso que aconteceu.

Médico: Mais alguma coisa que você queira relatar?

Emilly: Às vezes, ele perde o controle.

Médico: Fisicamente?

Emilly: Não. Foi só isso.

Médico: Fisicamente, você tem esses dois pontos a declarar. Quer me informar mais alguma coisa?

Emilly: Naquele dia que a gente discutiu de manhã, eles (direção do programa) ficaram assustados porque quando eu fiquei falando pra ele (Marcos) que não queria falar com ele, ele me forçou a falar com ele. E quando a gente deitou no chão, ele bat... ele segurou meu rosto assim e, não ficou doendo, mas ele bateu minha cabeça assim, balançou minha cabeça. Eu assustei com aquilo e ele começou a chorar. Daí eu perdoei ele.

Essa discussão citada por Emilly aconteceu um dia antes, em que Marcos a encurralou na parede. Na ocasião, o apresentador Tiago Leifert informou ao público que a produção poderia intervir caso a participante reclamasse.

Antes de Emilly conversar com o médico, ela recebeu a visita de uma delegada da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá e da advogada que diz:

- Sou Raquel, advogada, represento a TV Globo. Por conta do seu último desentendimento com o Marcos, a Delegacia de Atendimento à Mulher sugeriu que nós viéssemos aqui falar com você e alertar, dizer a você que, enquanto mulher, você tem o direito, caso queira, a medidas protetivas de urgência. Se você se sentir ameaçada ou agredida, a partir de agora, você pode solicitar medidas protetivas contra o Marcos. Alguma coisa a dizer sobre isso, se quer ou não quer alguma medida a partir de agora?

E ela responde:

- Não. Inclusive isso é uma coisa que eu quero conversar com ele (Marcos) porque o que aconteceu foi grave. Eu prefiro às vezes fechar meus olhos para situações como essa. Mas quando eles (a direção do programa) me alertaram que eles estavam preocupados com as atitudes dele comigo, eu decidi ficar mais quieta, decidi, mesmo que eu ache que ele esteja errado, não falar, pra ele não agir mais daquela forma.

A advogada, então, interrompe Emilly e diz que ela tem o direito de pedir proteção:

- Se você decidir que não deseja que ele se aproxime de você, você tem esse direito enquanto se sentir ameaçada ou agredida. Você imediatamente informe, que as medidas serão tomadas em desfavor dele.

Horas depois, Tiago Leifert anunciou a expulsão de Marcos.

Sobre o caso, Marcos usou o Instagram para se pronunciar:

Engraçado que tinha 200 câmeras, mas NENHUMA mostrou ela apanhando.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;