Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

GCM lacra bar com mais de 400 pessoas em São Bernardo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dentro do estabelecimento, a grande maioria das pessoas estava sem máscara


Do Diário do Grande ABC

02/08/2020 | 08:42


A GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo lacrou um bar, na madrugada de sábado (1), no bairro Pauliceia que aglomerou mais de 400 pessoas, infringindo o protocolo sanitário em meio pandemia do novo coronavírus.

Dentro do estabelecimento, a grande maioria das pessoas estava sem máscara o que chamou a atenção dos guardas civis municipais.

Em seu perfil na rede social, o bar publicou um anúncio avisando que haveria show com alguns djs. “Sexta-feira é dia de live. Reserve sua mesa. Só entram pessoas com nome na lista. Garanta seu lugar. Vamos evitar aglomeração”, diz a publicação realizada na quinta-feira. Ainda conforme o anúncio, o show teria início às 20h de sexta-feira, o que infringe normas de reabertura dos bares no Grande ABC.

A cidade se encontra na fase amarela do Plano São Paulo, que admite abertura de bares e restaurantes somente até às 17h.

Em seu perfil em uma rede social, o prefeito da cidade, Orlando Morando (PSDB) declarou que a ação faz parte da Operação Noite Tranquila.

“Cerca de 400 pessoas foram retiradas do local pelas nossas equipes. Um total desrespeito as normas da Vigilância Sanitária, em meio à pandemia do Coronavírus. Reforço aqui meu compromisso de combater com rigor essas irregularidades. Neste momento da pandemia, a Operação Noite Tranquila segue sendo fundamental para garantir a segurança da nossa população. Caso flagre alguma irregularidade, por favor, denuncie pelo telefone 153 da GCM”, afirmou Morando.

Por meio de nota a Prefeitura de São Bernardo alegou que  estabelecimento desrespeitou itens do decreto municipal 21.197, que regulamenta o funcionamento do setor, prevê limite máximo de 40% da ocupação e distanciamento físico entre os clientes.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

GCM lacra bar com mais de 400 pessoas em São Bernardo

Dentro do estabelecimento, a grande maioria das pessoas estava sem máscara

Do Diário do Grande ABC

02/08/2020 | 08:42


A GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo lacrou um bar, na madrugada de sábado (1), no bairro Pauliceia que aglomerou mais de 400 pessoas, infringindo o protocolo sanitário em meio pandemia do novo coronavírus.

Dentro do estabelecimento, a grande maioria das pessoas estava sem máscara o que chamou a atenção dos guardas civis municipais.

Em seu perfil na rede social, o bar publicou um anúncio avisando que haveria show com alguns djs. “Sexta-feira é dia de live. Reserve sua mesa. Só entram pessoas com nome na lista. Garanta seu lugar. Vamos evitar aglomeração”, diz a publicação realizada na quinta-feira. Ainda conforme o anúncio, o show teria início às 20h de sexta-feira, o que infringe normas de reabertura dos bares no Grande ABC.

A cidade se encontra na fase amarela do Plano São Paulo, que admite abertura de bares e restaurantes somente até às 17h.

Em seu perfil em uma rede social, o prefeito da cidade, Orlando Morando (PSDB) declarou que a ação faz parte da Operação Noite Tranquila.

“Cerca de 400 pessoas foram retiradas do local pelas nossas equipes. Um total desrespeito as normas da Vigilância Sanitária, em meio à pandemia do Coronavírus. Reforço aqui meu compromisso de combater com rigor essas irregularidades. Neste momento da pandemia, a Operação Noite Tranquila segue sendo fundamental para garantir a segurança da nossa população. Caso flagre alguma irregularidade, por favor, denuncie pelo telefone 153 da GCM”, afirmou Morando.

Por meio de nota a Prefeitura de São Bernardo alegou que  estabelecimento desrespeitou itens do decreto municipal 21.197, que regulamenta o funcionamento do setor, prevê limite máximo de 40% da ocupação e distanciamento físico entre os clientes.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;