Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Arábia Saudita veta peregrinos do exterior e limita visitas a Meca



07/07/2020 | 07:41


A Arábia Saudita abriu na segunda-feira, 6, as inscrições para a grande peregrinação anual do hajj à cidade sagrada de Meca, mas apenas para residentes estrangeiros, que constituem 70% dos mil fiéis autorizados a fazer o ritual neste ano. Quem for selecionado não poderá beijar ou tocar a Caaba ou a Pedra Negra, relíquia sagrada da mesquita.

Além das restrições, serão instalados pontos de controle em todas as entradas de Meca, inclusive nas paradas de ônibus e no pátio da mesquita, para medir a temperatura de cada fiel. Todos dentro do templo serão obrigados a usar máscara. Em junho, as autoridades decidiram limitar o total de fiéis que poderão fazer a peregrinação no final deste mês - em 2019, mais de 2,5 milhões participaram do evento.

O Ministério da Peregrinação especificou ontem que os residentes estrangeiros, entre 20 e 65 anos e sem doenças crônicas, como diabetes e problemas cardiovasculares, estão autorizados a se inscrever em um site do governo.

As "vagas" restantes, cerca de 30%, serão para cidadãos sauditas escolhidos entre os profissionais de saúde e a equipe de segurança que se recuperaram do vírus. Os peregrinos terão de fazer testes de diagnóstico antes de chegarem a Meca e fazer quarentena em suas casas após o ritual.

A decisão de excluir os peregrinos do exterior, pela primeira vez na história moderna do reino saudita, provocou decepção entre muçulmanos do mundo inteiro, apesar de muitos terem aceitado a medida em razão dos riscos de saúde relacionados à pandemia de coronavírus. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Arábia Saudita veta peregrinos do exterior e limita visitas a Meca


07/07/2020 | 07:41


A Arábia Saudita abriu na segunda-feira, 6, as inscrições para a grande peregrinação anual do hajj à cidade sagrada de Meca, mas apenas para residentes estrangeiros, que constituem 70% dos mil fiéis autorizados a fazer o ritual neste ano. Quem for selecionado não poderá beijar ou tocar a Caaba ou a Pedra Negra, relíquia sagrada da mesquita.

Além das restrições, serão instalados pontos de controle em todas as entradas de Meca, inclusive nas paradas de ônibus e no pátio da mesquita, para medir a temperatura de cada fiel. Todos dentro do templo serão obrigados a usar máscara. Em junho, as autoridades decidiram limitar o total de fiéis que poderão fazer a peregrinação no final deste mês - em 2019, mais de 2,5 milhões participaram do evento.

O Ministério da Peregrinação especificou ontem que os residentes estrangeiros, entre 20 e 65 anos e sem doenças crônicas, como diabetes e problemas cardiovasculares, estão autorizados a se inscrever em um site do governo.

As "vagas" restantes, cerca de 30%, serão para cidadãos sauditas escolhidos entre os profissionais de saúde e a equipe de segurança que se recuperaram do vírus. Os peregrinos terão de fazer testes de diagnóstico antes de chegarem a Meca e fazer quarentena em suas casas após o ritual.

A decisão de excluir os peregrinos do exterior, pela primeira vez na história moderna do reino saudita, provocou decepção entre muçulmanos do mundo inteiro, apesar de muitos terem aceitado a medida em razão dos riscos de saúde relacionados à pandemia de coronavírus. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;