Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA estudam abandonar reconciliação com rebeldes sunitas


Da AFP

01/12/2006 | 11:47


Altos funcionários do governo dos Estados Unidos estudam a possibilidade de encerrar os esforços de reconciliação com os insurgentes sunitas como parte da revisão em curso da política do país no Iraque.

Segundo o jornal Washington Post, que cita fontes que pediram anonimato, a proposta, apresentada pelo Departamento de Estado, foi feita depois da divulgação de um relatório interno que afirma que os esforços americanos para estender a mão a dissidentes sunitas fracassaram. Tais esforços poderiam, inclusive, repercutir negativamente e ter afastado os xiitas iraquianos.

A política de Washington consistiu até agora em apoiar um Iraque unificado, com base nas três principais comunidades do país -xiitas, sunitas e curdos. Washington não contempla abandonar esta meta, mas deixaria que os iraquianos exercessem a liderança em termos de reconciliação.

O embaixador americano no Iraque, Zalmay Khalilzad, e os comandantes militares acreditam que integrar os insurgentes sunitas ao processo é fundamental para estabilizar o país.

Os sunitas, favorecidos sob o regime de Saddam Hussein e que durante séculos foram a coluna vertebral da elite e da classe média do país, constituem aproximadamente 20% da população iraquiana.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;