Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Globo defende 'tradição' após Corinthians pedir para não jogar domingo e à noite

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


13/05/2020 | 19:04


Dois dias após o Corinthians solicitar que as suas partidas não sejam mais marcadas para os domingos e o período noturno, a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão das principais competições do futebol nacional, se pronunciou sobre o assunto. E defendeu ser uma tradição mundial a realização de jogos nesses horários e dia da semana.

"Os jogos aos domingos e em horários noturnos são uma tradição de décadas e se consolidaram como parte da rotina dos torcedores. Essa não é uma característica específica do futebol brasileiro, acontece com o esporte no mundo todo, que, como produto de entretenimento, é disputado em horários atrativos para seus fãs. Clubes, Federações e CBF, como protagonistas e organizadores das competições nacionais, devem zelar para que elas ocorram em ambiente de segurança para os jogadores, estrelas do espetáculo", afirma a Rede Globo, que transmite o Campeonato Brasileiro e o Paulistão.

O pedido do Corinthians foi feito à CBF e também para a Federação Paulista de Futebol e a Rede Globo. O clube quer evitar ser alvo de novas ações trabalhistas de atletas por atuar aos domingos e à noite - recentemente, o volante Maicon ganhou ação por falta de pagamento de adicionais e por atividades realizadas aos domingos e feriados. O zagueiro Paulo André também apresentou ação parecida, mas depois fechou acordo com o clube.

A Globo, em sua nota, defende a realização de jogos nesses horários e dias, citando a geração de empregos pelo futebol. "Às autoridades cabe considerar as peculiaridades dessa atividade profissional, inclusive dias e horário em que tradicionalmente é desempenhada, a fim de que se fortaleça e possa continuar a oferecer opção de trabalho para milhares de brasileiros. A Globo é parceira incondicional do esporte nacional e continuará a contribuir para seu desenvolvimento, buscando a maior divulgação possível da transmissão dos espetáculos esportivos", acrescenta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Globo defende 'tradição' após Corinthians pedir para não jogar domingo e à noite


13/05/2020 | 19:04


Dois dias após o Corinthians solicitar que as suas partidas não sejam mais marcadas para os domingos e o período noturno, a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão das principais competições do futebol nacional, se pronunciou sobre o assunto. E defendeu ser uma tradição mundial a realização de jogos nesses horários e dia da semana.

"Os jogos aos domingos e em horários noturnos são uma tradição de décadas e se consolidaram como parte da rotina dos torcedores. Essa não é uma característica específica do futebol brasileiro, acontece com o esporte no mundo todo, que, como produto de entretenimento, é disputado em horários atrativos para seus fãs. Clubes, Federações e CBF, como protagonistas e organizadores das competições nacionais, devem zelar para que elas ocorram em ambiente de segurança para os jogadores, estrelas do espetáculo", afirma a Rede Globo, que transmite o Campeonato Brasileiro e o Paulistão.

O pedido do Corinthians foi feito à CBF e também para a Federação Paulista de Futebol e a Rede Globo. O clube quer evitar ser alvo de novas ações trabalhistas de atletas por atuar aos domingos e à noite - recentemente, o volante Maicon ganhou ação por falta de pagamento de adicionais e por atividades realizadas aos domingos e feriados. O zagueiro Paulo André também apresentou ação parecida, mas depois fechou acordo com o clube.

A Globo, em sua nota, defende a realização de jogos nesses horários e dias, citando a geração de empregos pelo futebol. "Às autoridades cabe considerar as peculiaridades dessa atividade profissional, inclusive dias e horário em que tradicionalmente é desempenhada, a fim de que se fortaleça e possa continuar a oferecer opção de trabalho para milhares de brasileiros. A Globo é parceira incondicional do esporte nacional e continuará a contribuir para seu desenvolvimento, buscando a maior divulgação possível da transmissão dos espetáculos esportivos", acrescenta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;