Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ecovias auxilia caminhoneiros

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Concessionária entrega kits com lanche de frios, fruta, suco, sachê de álcool gel e máscara a profissionais que circulam pela Via Anchieta


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

01/04/2020 | 23:30


Em tempos de isolamento social pela Covid-19, a Ecovias – concessionária responsável pelo SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes) – está entregando kits contendo lanche de frios, fruta, suco, sachê de álcool gel e máscara aos caminhoneiros que param no pátio de descanso da Rodovia Anchieta, localizado no km 40. A ação tem como objetivo diminuir o impacto aos motoristas de transporte comercial que não podem cessar o trabalho durante o período de contenção da doença e estão encontrando restaurantes e comércios fechados.

A ação teve início terça-feira e contemplou, já no primeiro dia, 650 profissionais. O local foi escolhido pela empresa porque os motoristas que fazem o transporte de cargas que chegam ou saem pelo Porto de Santos têm de, obrigatoriamente, fazer o trajeto pela Rodovia Anchieta. O espaço, que conta com copa e banheiros, existe desde 1998, quando a empresa obteve a concessão do SAI. A Ecovias garantiu que, além dos suprimentos, intensificou a limpeza do local, na tentativa de evitar a contaminação dos trabalhadores.

Um dos beneficiados foi Rodrigo Evaldt Endler, 33 anos. Motorista desde os 20, o gaúcho de Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul, faz transporte de produtos de limpeza e higiene pessoal, ramo que diminuiu a demanda durante a pandemia, mas não parou totalmente, como outros. “Nas estradas e cidades está muito difícil de achar lugar para comer e comprar álcool gel. Essa ação da Ecovias foi muito legal, salvou meu almoço de hoje (ontem)”, comentou Endler.

O trabalhador contou que, nos últimos três anos, a maior parte das cargas que transporta tem como destino a Grande São Paulo e, com frequência, utiliza o espaço de descanso ofertado pela concessionária. “Fiquei feliz de ver a ação de distribuição de kits. Se em todas (as estradas) tivesse a mesma oferta, seria menos duro o trajeto.” Endler lamentou que alguns colegas caminhoneiros estão sem trabalhar, já que muitos locais tiveram de parar durante o período de isolamento social. “Fico feliz de ter serviço. Mas é duro lidar com a falta de suprimentos”, desabafou.

Além do kit, ambulâncias da Ecovias estão medindo a temperatura dos caminhoneiros para garantir que nenhum profissional siga viagem caso apresente os sintomas da doença.

Embora a empresa afirme ter notado queda no fluxo de caminhões desde o dia 23 – data em que o governador do Estado, João Doria (PSDB), impôs o isolamento social – a quantidade esperada de motoristas no pátio está de acordo com o que projetou a concessionária, que não precisou em números a queda e o movimento esperado. Segundo a assessoria de imprensa da Ecovias, não há prazo determinado para o fim da ação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ecovias auxilia caminhoneiros

Concessionária entrega kits com lanche de frios, fruta, suco, sachê de álcool gel e máscara a profissionais que circulam pela Via Anchieta

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

01/04/2020 | 23:30


Em tempos de isolamento social pela Covid-19, a Ecovias – concessionária responsável pelo SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes) – está entregando kits contendo lanche de frios, fruta, suco, sachê de álcool gel e máscara aos caminhoneiros que param no pátio de descanso da Rodovia Anchieta, localizado no km 40. A ação tem como objetivo diminuir o impacto aos motoristas de transporte comercial que não podem cessar o trabalho durante o período de contenção da doença e estão encontrando restaurantes e comércios fechados.

A ação teve início terça-feira e contemplou, já no primeiro dia, 650 profissionais. O local foi escolhido pela empresa porque os motoristas que fazem o transporte de cargas que chegam ou saem pelo Porto de Santos têm de, obrigatoriamente, fazer o trajeto pela Rodovia Anchieta. O espaço, que conta com copa e banheiros, existe desde 1998, quando a empresa obteve a concessão do SAI. A Ecovias garantiu que, além dos suprimentos, intensificou a limpeza do local, na tentativa de evitar a contaminação dos trabalhadores.

Um dos beneficiados foi Rodrigo Evaldt Endler, 33 anos. Motorista desde os 20, o gaúcho de Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul, faz transporte de produtos de limpeza e higiene pessoal, ramo que diminuiu a demanda durante a pandemia, mas não parou totalmente, como outros. “Nas estradas e cidades está muito difícil de achar lugar para comer e comprar álcool gel. Essa ação da Ecovias foi muito legal, salvou meu almoço de hoje (ontem)”, comentou Endler.

O trabalhador contou que, nos últimos três anos, a maior parte das cargas que transporta tem como destino a Grande São Paulo e, com frequência, utiliza o espaço de descanso ofertado pela concessionária. “Fiquei feliz de ver a ação de distribuição de kits. Se em todas (as estradas) tivesse a mesma oferta, seria menos duro o trajeto.” Endler lamentou que alguns colegas caminhoneiros estão sem trabalhar, já que muitos locais tiveram de parar durante o período de isolamento social. “Fico feliz de ter serviço. Mas é duro lidar com a falta de suprimentos”, desabafou.

Além do kit, ambulâncias da Ecovias estão medindo a temperatura dos caminhoneiros para garantir que nenhum profissional siga viagem caso apresente os sintomas da doença.

Embora a empresa afirme ter notado queda no fluxo de caminhões desde o dia 23 – data em que o governador do Estado, João Doria (PSDB), impôs o isolamento social – a quantidade esperada de motoristas no pátio está de acordo com o que projetou a concessionária, que não precisou em números a queda e o movimento esperado. Segundo a assessoria de imprensa da Ecovias, não há prazo determinado para o fim da ação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;