Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Silvia Grecco deixa gestão Atila em Mauá, mas nega candidatura


Dérek Bittencourt
do Diário do Grande ABC

19/02/2020 | 23:30


Secretária de Promoção Social de Mauá, Silvia Prin Grecco pedirá exoneração do cargo no governo do prefeito Atila Jacomussi (PSB).

A alegação é a de incompatibilidade de agendas, uma vez que ela ficou mundialmente conhecida depois de ter sua história e de seu filho, Nickollas, contada pela TV Globo. Palmeirenses, ela narra os jogos do time ao filho cego e autista. Ambos receberam prêmio até mesmo da Fifa, de torcedores do ano.

O anúncio da saída de Silvia foi feito por Atila nas redes sociais. “Minha amiga, sabe aqueles momentos em que ficamos felizes e tristes ao mesmo tempo? Com o coração apertado? Hoje fico triste por nos afastarmos, mas feliz por você e o Nickollas ganharem o mundo, que orgulho, que honra e privilégio. Estaremos sempre juntos, em pensamento e no coração, sei da sua missão, e que agora, mais do que nunca, se apresentará ao planeta, como exemplo de amor, carinho, perseverança e dedicação”, disse Atila.

Silvia agradeceu ao prefeito. “Sou muito grata pela confiança no meu trabalho”, comentou. Ela tem uma agenda com o chefe do Executivo hoje para discutir transição da função.

CARGO PÚBLICO
O nome de Silvia foi sondado por diversos partidos de Mauá e até de Santo André para participar da eleição. Teve legenda que abriu espaço até mesmo para um projeto à Prefeitura.

“Recebi muitos convites, mas essa é a mais certeira das situações. Não sou candidata a nada. Se saio candidata, perco o foco, que está totalmente voltado às pessoas com deficiência”, discorreu.

Ela é filha do ex-prefeito mauaense Edgard Grecco e irmã do ex-prefeito José Carlos Grecco e do ex-vereador Edgard Grecco Filho.

“Acredito que (os convites eleitorais) sejam motivados pelas duas coisas, pela minha trajetória política e pela visibilidade que posso trazer e fazer a diferença”, citou Silvia, que já havia trabalhado na Secretaria de Assistência Social no governo de Leonel Damo, entre 2005 e 2008. “Muitas pessoas estão achando que vou deixar o governo para ser candidata. Mas não é verdade.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Silvia Grecco deixa gestão Atila em Mauá, mas nega candidatura

Dérek Bittencourt
do Diário do Grande ABC

19/02/2020 | 23:30


Secretária de Promoção Social de Mauá, Silvia Prin Grecco pedirá exoneração do cargo no governo do prefeito Atila Jacomussi (PSB).

A alegação é a de incompatibilidade de agendas, uma vez que ela ficou mundialmente conhecida depois de ter sua história e de seu filho, Nickollas, contada pela TV Globo. Palmeirenses, ela narra os jogos do time ao filho cego e autista. Ambos receberam prêmio até mesmo da Fifa, de torcedores do ano.

O anúncio da saída de Silvia foi feito por Atila nas redes sociais. “Minha amiga, sabe aqueles momentos em que ficamos felizes e tristes ao mesmo tempo? Com o coração apertado? Hoje fico triste por nos afastarmos, mas feliz por você e o Nickollas ganharem o mundo, que orgulho, que honra e privilégio. Estaremos sempre juntos, em pensamento e no coração, sei da sua missão, e que agora, mais do que nunca, se apresentará ao planeta, como exemplo de amor, carinho, perseverança e dedicação”, disse Atila.

Silvia agradeceu ao prefeito. “Sou muito grata pela confiança no meu trabalho”, comentou. Ela tem uma agenda com o chefe do Executivo hoje para discutir transição da função.

CARGO PÚBLICO
O nome de Silvia foi sondado por diversos partidos de Mauá e até de Santo André para participar da eleição. Teve legenda que abriu espaço até mesmo para um projeto à Prefeitura.

“Recebi muitos convites, mas essa é a mais certeira das situações. Não sou candidata a nada. Se saio candidata, perco o foco, que está totalmente voltado às pessoas com deficiência”, discorreu.

Ela é filha do ex-prefeito mauaense Edgard Grecco e irmã do ex-prefeito José Carlos Grecco e do ex-vereador Edgard Grecco Filho.

“Acredito que (os convites eleitorais) sejam motivados pelas duas coisas, pela minha trajetória política e pela visibilidade que posso trazer e fazer a diferença”, citou Silvia, que já havia trabalhado na Secretaria de Assistência Social no governo de Leonel Damo, entre 2005 e 2008. “Muitas pessoas estão achando que vou deixar o governo para ser candidata. Mas não é verdade.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;